Barco que transportava passageiros de forma ilegal é apreendido em Tefé

Barco que faz a linha Manaus-Japurá descumpriu decreto que proíbe aglomerações para evitar a disseminação do novo coronavírus

Manaus – A Central de Operações do 3º Batalhão Militar (BPM) do município de Tefé (a 523 quilômetros a oeste de Manaus) recebeu denúncias de que um barco que faz a linha Manaus-Japurá, com escala em Maraã, estava viajando com passageiros aglomerados de forma ilegal, descumprindo o decreto do governo do Amazonas. A denúncia foi feita nesta terça-feira (21).

A embarcação apreendida também estava com excesso de cargas (Foto: Divulgação)

O barco Manoel Monteiro estava nas proximidades das comunidades Capivara e São Francisco, com número elevado de passageiros, que eram levados até a cidade com o auxílio de uma lancha. A embarcação estaria ainda seguindo atalhos por meio de um furo, que conduz para próximo à cidade de Alvarães.

A Polícia Militar do município acionou a Capitania Fluvial da Amazônia com o efetivo da Marinha do Brasil. Durante a abordagem, confirmou-se o transporte de passageiros não autorizados pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos, Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam), além do excesso de cargas.

O proprietário e o comandante da embarcação foram conduzidos à delegacia de Tefé para os procedimentos cabíveis.

Casos de Covid-19 em Tefé

Até esta quarta-feira (22), às 13h15, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) havia confirmado seis casos do novo coronavírus no município de Tefé.