Batalhão Ambiental faz apreensão de madeira irregular no Rio Negro

Uma embarcação com combustível, transportado de forma ilegal, também foi apreendida pelos militares nesta segunda-feira

Manaus – O Batalhão Ambiental (BPAMB) apreendeu nesta segunda-feira (28) cerca de 150 metros cúbicos de madeira irregular, além de uma embarcação com combustível, transportado de forma ilegal. A apreensão aconteceu no furo do Paracuúba, no Rio Negro, próximo a Iranduba (distante 27 quilômetros em linha reta da capital).

De acordo com informações do Batalhão Ambiental, a madeira vinha de Rondônia e seu destino final seria o município de Iranduba, no Amazonas. A corporação iniciou a operação após receber denúncia anônima.

“Essa ação é desencadeada pelo programa Vigia, da operação Hórus. O programa combate não só entorpecentes, mas também crimes ambientais nas divisas e fronteiras do Amazonas”, explicou o capitão Thiago Dantas.

Segundo a corporação, a contagem da madeira ainda vai durar cerca de 24h. O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) foram acionados.

“A irregularidade dessa madeira é o tipo de espécie, as bitolas não estavam de acordo com a origem florestal, o Documento de Origem Florestal (DOF)”, destacou Dantas.

Durante operação, três pessoas foram detidas e conduzidas à Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema).

Anúncio