Bebê de 7 meses é resgatado de motel, no Coroado, e polícia suspeita de estupro

Funcionários do motel chamaram a polícia após escutar choro de bebê, de dentro de um dos quartos. Ele foi encontrado no local com uma mulher, que alegou ser a mãe, e um homem

Manaus – Um bebê de sete meses, do sexo feminino, foi resgatado por policiais militares da 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) de dentro do quarto de um motel, localizado no bairro Coroado, zona leste de Manaus, na tarde desta quinta-feira (31). De acordo com o tenente Araújo da Cruz, a suspeita é de que ele foi vítima de estupro.

O caso foi encaminhado à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) e, segundo a delegada Juliana Tuma, o bebê foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito.

O caso está sob investigação da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Foto: Reinaldo Okita)

Conforme o tenente, a polícia foi ao local após funcionários terem ouvido choro da criança. Quando chegaram ao motel, encontraram o bebê acompanhado de uma mulher, que alegou ser a mãe, junto com um homem, o qual informou ser namorado dela.

O tenente também disse que, após ter constatado a presença do bebê e a suspeita do estupro, pediu para que funcionárias do motel analisassem a menina. “Elas viram uma vermelhidão incomum nas partes íntimas da criança e isso nos causou estranheza”, disse Araújo da Cruz.

O casal foi detido e levado à Depca. De acordo com o tenente, a mulher disse não saber o porquê levou a filha para o motel junto com o namorado.

A delegada Juliana Tuma disse que a menina foi encaminhada ao IML para fazer exames de conjunção carnal e análise para tentar identificar se houve ou não o estupro. Tuma disse, ainda, que a mãe vai responder a um Termo Circunstanciado (TCO) pelo crime de maus-tratos pelo fato de ter submetido a menina a um local impróprio, como o motel.