Carro roubado de casa paroquial durante assalto é encontrado

Além do veículo, o homem que invadiu local levou dinheiro, carteiras e celulares. O padre Thiago Barbosa e um seminarista ficaram sob a mira do assaltante, que fez ameaças de morte

Manaus – O Onix branco roubado da casa paroquial da igreja Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos, no bairro Betânia, zona sul de Manaus, na madrugada dessa quinta-feira (9), foi localizado na noite do mesmo dia. Além do veículo, o homem que invadiu local levou dinheiro, carteiras e celulares. O padre Thiago Barbosa e um seminarista ficaram sob a mira do assaltante, que fez diversas ameaças.

O caso foi registrado na Derfv (Foto: Sigrid Avelino)

Sem especificar o local onde o carro foi encontrado, o delegado Cícero Túlio, da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), informou que populares viram o veículo abandonado e acionaram a polícia. “Agora, nós vamos fazer um procedimento para fazer uma análise pericial no veículo, a fim de verificar se houve algum tipo de adulteração de sinal identificador e realizar a entrega do veículo para o responsável da igreja”, disse o delegado.

Nessa quinta-feira, o padre Thiago Barbosa afirmou que o assaltante agiu sozinho e entrou pelo basculante da igreja. “Ele atravessou a igreja toda e entrou na casa pelo telhado. Foi até o quarto do seminarista e o levou para o meu quarto, onde passou a fazer ameaças”, contou.

Igreja Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos, no bairro Betânia (Foto: Sandro Pereira)

O padre disse, ainda, que o assaltante estava nervoso, violento, e apontava a arma de fabricação caseira para a cabeça dele e do seminarista, fazendo ameaças de morte. “Ele estava bastante agressivo, o tempo todo perguntando pelo dinheiro da igreja e eu explicava que o dinheiro não ficava aqui. Aí ele saiu pegando tudo o que estava ao alcance da visão dele, chaves, relógios e carteiras”, relatou o padre.

O caso foi registrado na Derfv. “Assim que tomamos conhecimento do fato criminoso, ainda na madrugada de ontem, mantivemos contato com os responsáveis pela paróquia. Eles compareceram na nossa unidade policial, para registrar o Boletim de Ocorrência, no sentido da gente atribuir a restrição de roubo desse veículo. Conseguimos ouvir três pessoas que estavam na paróquia no momento e, a partir das declarações que nos foram feitos pelo padre e por um seminarista que estava na oportunidade”, informou o delegado Cícero Túlio.

Na manhã desta sexta, a REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC) esteve na casa paroquial, mas o padre não foi encontrado. Outras pessoas do local não quiseram falar com a reportagem. O assaltante ainda não foi preso. “As investigações vão se intensificar para que a gente possa identificar e prender esse sujeito”, disse o delegado.