Cinco são presos suspeitos de integrarem grupo que roubou mais de R$ 40 mil em smartphones

“Dos aparelhos apreendidos, 15 são iPhones, num total de prejuízo de mais de R$40 mil às vítimas”, disse o delegado Raul Neto, do 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP)

Manaus – Cinco homens foram presos suspeitos de integrarem uma organização criminosa, responsável pelo roubo de pelo menos 25 celulares de Manaus, foram presos, na última sexta-feira (26), nos bairros São Francisco e São José, nas zonas sul e leste da capital, respectivamente. O grupo é suspeito de roubar pedestres, conforme informou o delegado Raul Neto, do 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Foram presos Carlos Henrique Silva Ferreira, 18, conhecido como “Pira”; Vítor Hugo Araújo Machado, 18, o “Vitinho”; Wallaf Silva dos Santos, 40, “Cegueta”; Leonardo de Lima Gomes, 26, “Léo”; e Thalisson Marques Siqueira, 23. Conforme Neto, os suspeitos foram presos por roubo majorado e associação criminosa. Os crimes ocorreram em diversos bairros de Manaus, mas, em maior número, na zona centro-sul da capital. “Dos aparelhos apreendidos, 15 são iPhones, num total de prejuízo de mais de R$40 mil às vítimas”, disse.

As investigações em torno do grupo iniciaram há um mês (Foto: Filipe Távora/Divulgação)

Neto afirmou que “Pira” era o líder do grupo criminoso e participava ativamente dos roubos. Durante as investigações, as equipes policiais prenderam o suspeito no bairro São Francisco, zona sul da capital. Em sequência,  segundo o delegado, os policiais prenderam os outros três integrantes do grupo, no bairro São José, zona leste da capital. As investigações em torno do grupo iniciaram há um mês, quando duas vítimas tiveram os celulares roubados por dois motociclistas armados, na zona centro-sul.

Dupla

Ainda nesta sexta-feira, a Polícia Civil prendeu Matheus Taylo Mattos dos Santos, 22, conhecido como “Matheuszinho”, e Adalberto Anderson Correa dos Santos, 24, o “Beto”,’ por roubo majorado e furto qualificado. De acordo com a Polícia Civil, a dupla faz parte de uma associação criminosa voltada a roubos de mercadinhos e furtos de objetos de veículos, que estivessem em estacionamentos de escolas e centros comerciais, na zona centro-sul.

As investigações relacionadas a este caso começaram no dia 23 de julho, quando dois homens, portando armas de fogo, entraram em um mercadinho na comunidade Mundo Novo, bairro Flores, zona centro-sul, onde roubaram um notebook do comerciante, além de dinheiro em espécie. Após o início das investigações, policiais civis descobriram que um terceiro homem dava suporte aos dois, aguardando a dupla na esquina da rua onde realizavam os roubos, num Classic branco, de placas OAF-7032, que era usado para a fuga.

No dia seguinte ao crime, uma vítima registrou um Boletim de Ocorrência (B.O), informando sobre a ocorrência de um furto realizado ao veículo dela, no bairro Adrianópolis, zona centro-sul, no qual houve o roubo de objetos pessoais da vítima. Durante investigações policiais, foi verificado que veículo da pessoa que registrou o B.O foi o mesmo usado, pelo trio de homens, para roubar o mercadinho.

Os seis homens serão levados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), na zona rural de Manaus.

Anúncio