Ciops registra média de 805 trotes por dia no primeiro semestre deste ano

Os números foram registrados pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e mostram que, até junho deste ano, os serviços já totalizam 145.819 trotes. Além de prejudicar o atendimento das emergências da polícia e dos bombeiros, a prática é crime

Manaus – O telefone emergencial 190, da Polícia Militar, recebeu em média 805 ligações falsas por dia no primeiro semestre deste ano. Os números foram registrados pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e mostram que, até junho deste ano, os serviços já totalizam 145.819 trotes. Além de prejudicar o atendimento das emergências da polícia e dos bombeiros, a prática é crime.

O secretário executivo-adjunto de Planejamento e Gestão Integrada, coronel Hermes Macedo, explica que existem punições para quem faz esse tipo de chamada aos serviços de emergência. Após a identificação, a lista com os telefones dos autores de ligações falsas é encaminhada à Polícia Civil.

Após a identificação, a lista com os telefones dos autores de ligações falsas é encaminhada à Polícia Civil (Foto: Antonio Cruz/ABr)

“É um crime previsto na legislação penal. Quando identificado, o autor é enquadrado no Artigo 340 do Código Penal, de falsa comunicação de crime ou de contravenção, cuja pena é detenção de um a seis meses ou multa”, disse o coronel.

Caso seja possível identificar, as punições serão aplicadas mesmo que o trote tenha sido por crianças. No caso, os pais serão responsabilizados. “Estaremos encaminhando mensalmente à Polícia Civil do Amazonas a relação destes para que sejam tomadas, dentro da previsão legal, as providências que julgarem necessárias após ouvirem os que realizam este tipo de ligação ao 190 e 193”, completou.

Anúncio