CMA vai investigar morte de sargento em cela do 7º Batalhão de Polícia do Exército

De acordo com o CMA, o sargento foi encontrado morto, na noite de terça-feira (5), com com um lençol em volta do pescoço e pendurado na grade da cela do 7º Batalhão

Manaus – O Comando Militar da Amazônia (CMA) abriu um inquérito para investigar a morte do 1º sargento Edgar dos Santos, que integrava o 4º Centro de Geoinformação, em Manaus. Ele foi encontrado morto por volta das 21h da última terça-feira (5), na carceragem do 7º Batalhão de Polícia do Exército, localizado na Ponta Negra.

Em nota enviada à imprensa, o CMA afirma que Edgar Santos era o único ocupante da cela em que morreu. O 1º sargento foi encontrado, já sem vida, por um militar que estava responsável por fazer a ronda nas celas do batalhão. A vítima estava com um lençol em volta do pescoço, pendurado na grade do cárcere.

Caso ocorreu no 7º Batalhão de Polícia do Exército (Foto: Reprodução/ Google Street View)

Ainda de acordo com o comunicado, foram acionados o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) e médicos do Hospital Militar de Manaus, além da equipe em atividade do aquartelamento, que atestaram o óbito de Edgar. Após o incidente, foi aberto um inquérito investigatório para apurar as circunstâncias da morte do 1º sargento.

Em nota, o CMA ressaltou que está prestando apoio “espiritual e psicológico à família do militar” e que lamenta o ocorrido. O CMA não informou o motivo da prisão do sargento.

Anúncio