Com passagem pela polícia, homem é assassinado entre colegas no Mutirão

O homem foi alvejado com cinco tiros pelo corpo, na madrugada deste domingo (28). Ele ainda passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos

Manaus – Cristiano Elias Gonçalves, 20, foi assassinado a tiros, na madrugada deste domingo (28), na Rua 55 do bairro Mutirão, zona norte de Manaus. Ele foi atingido por cinco tiros.

De acordo com a 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Cristiano estava na rua com colegas quando, por volta de 1h15, os suspeitos, ainda não identificados, chegaram e atiraram contra ele.

O homem foi alvejado com cinco tiros pelo corpo. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, na zona leste.

Cristiano passou por uma cirurgia na unidade hospitalar, onde teve complicações e não resistiu aos ferimentos. A mãe da vítima foi até o hospital e acompanhou a remoção do corpo pelo Instituto Médico Legal (IML).

A vítima passou por cirurgia, mas teve complicações e não resistiu (Foto: Eraldo Lopes/Arquivo/GDC)

A mulher, que não teve o nome divulgado, informou aos policiais que Cristiano tinha passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo, mas que o caso aconteceu “há anos”. Segundo ela, o filho recebia ameaças e conseguiu a arma para se proteger. O tipo de ameaça não foi revelado.

Ainda segundo a mãe de Cristiano, ele morava com a companheira no bairro Mutirão e não sabia o que poderia ter motivado o crime.

O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Homcídios e Sequestros (DEHS), que já iniciou as investigações sobre o crime.

Outros crimes

Um homicídio e duas tentativas de homicídio também foram registrados no bairro Mutirão, zona norte de Manaus, neste fim de semana. Os crimes aconteceram em ruas próximas e envolvem adolescentes. Os casos são investigados pela DEHS.