Comando Vermelho deflagra rebelião no Puraquequara; funcionários são feitos reféns

De acordo com informações preliminares, a rebelião, que iniciou nas primeiras horas deste sábado (2), se deve ao fato de que alguns detentos querem transferência de alas

Manaus – Nas primeiras horas deste sábado (2), a facção criminosa Comando Vermelho (CV) iniciou uma rebelião, na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), no bairro Puraquequara, zona leste da capital.

(Foto: Yago Frota)

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que a movimentação iniciou por volta das 6h, durante a entrega do café da manhã, quando internos serraram a grade de duas celas e fizeram os agentes de socialização de reféns.

No momento, sete agentes estão em poder dos detentos. Eles exigem a presença da imprensa e dos direitos humanos. Não há informações sobre mortos.

(Foto: Yago Frota)

O Grupo de Intervenção Penitenciária (GIP) e forças de segurança da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) – Rocam, COE, Batalhão de Choque, Companhia de Cães – estão no local e já iniciaram as negociações.

O possível motivo da rebelião, foi que Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) não atendeu o pedido de transferência de alguns detentos para outra ala.

Focos de incêndio podem ser vistos do local.

*Matéria atualizada às 9h08 para acréscimo de informação