Corpo de Alice é removido e encaminhado ao IML

A jovem de 16 anos estava desaparecida desde o dia 9 de novembro, quando saiu de casa por volta 15h. Mãe da vítima chegou a receber um vídeo, em um rede social, da filha morta

Manaus – Após ser encontrado nesta quarta-feira (4), o corpo de Alice de Lima, 16, foi removido nas primeiras desta quinta-feira (5), de uma área de mata fechada, no bairro Tarumã, zona oeste da capital. Por conta da dificuldade no acesso, o Corpo de Bombeiros só pode fazer a remoção nesta quinta.

Ainda nesta quarta, uma tia da vítima, de 40 anos, que pediu para não ser identificada, conversou com nossa reportagem e relatou que a família toda estava exausta, mas incansável nas buscas pelo corpo de Alice. “Vocês não sabem o sofrimento que nós passamos durante esses dias todos. Estávamos desde às 8h neste mesmo local, até que encontramos o corpo, já no final da manhã. Não importa o que aconteceu, o que importa é que ela é do nosso sangue. O importante é que nós estamos aqui”, disse a tia de Alice.

A jovem estava desaparecida desde o dia 9 de novembro, quando saiu de casa por volta das 15h. Ainda no final de semana do desaparecimento, a mãe da vítima recebeu mensagens após descobrirem a senha do telefone da vítima. À época, um tio, que não quis se identificar, contou o fato. “Entraram no Facebook dela e enviaram algumas mensagens para a mãe dela com um ‘joinha’. Em seguida, enviaram mensagem informando que o corpo estaria entre a ruas 26 e 27, do bairro União da Vitória”.

Em seguida, um vídeo com imagens de Alice morta começou a circular em grupos de WhatsApp. Após a remoção, o corpo da jovem foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), na zona norte de Manaus, onde passará por perícia.