Corpo do sexo feminino é encontrado em igarapé no loteamento Rio Piorini

O corpo estava com mãos e pés amarrados, enrolado em um lençol e em estado avançado de decomposição

Manaus – Uma mulher, identificada como Luciana Fonseca da Silva, 30, foi encontrada morta dentro de um igarapé, na Rua do Mossoró, no loteamento Rio Piorini, bairro Colônia Terra Nova, zona norte de Manaus. O corpo, com vários hematomas, estava com mãos e pés amarrados, enrolado em um lençol e em estado avançado de decomposição.

O corpo da mulher apresenta vários hematomas, o que indica que ela foi torturada antes da morte (Foto: Yago Frota/GDC)

De acordo com 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a denúncia foi feita por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

Além das mãos e pés amarrados, o corpo de Luciana, inclusive a cabeça, estava enrolados em um lençol. Há ainda vários hematomas pelo corpo, o que indica que ela foi torturada antes da morte.

De acordo com uma parente, que não quis se identificar, a vítima morava nessa mesma rua e estava desaparecida desde o dia 1º de maio, quando por volta das 22h, homens não identificados invadiram sua casa e a levaram em uma motocicleta. Luciana era casada e tinha três filhos.

O Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo para que seja feita a necropsia com o Departamento de Polícia Técnico-Científico (DPTC), e então seja identificada a causa da morte. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) assumirá as investigações.