Corpo em decomposição é encontrado em bueiro no Centro de Manaus

Corpo de homem foi localizado por moradores do Prosamim Mestre Chico 2. Vítima traja camisa cinza, calça e sandálias pretas

Manaus – O corpo de Benjamin Carlos Puche Daza, 60, foi encontrado na tarde desta quarta-feira (02) em um bueiro localizado no Prosamim Mestre Chico 2, entre as avenidas Leonardo Malcher e General Glicério, no bairro Praça 14, zona sul de Manaus.

Corpo foi encontrado em um bueiro no Prosamim Mestre Chico 2 (Foto: Marcos Lima/Divulgação)

Segundo informações dos policiais militares da 1ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), volta das 14h, a equipe foi acionada por populares que informaram que um forte odor saia de um bueiro do local há alguns dias.

Os moradores chegaram a cogitar que fosse um animal morto, mas, na tarde desta quarta-feira, destamparam o bueiro e encontraram o corpo do homem. A vítima traja camisa cinza, calça e sandálias pretas e se encontra em avançado estado de decomposição.

blank

Moradores destamparam o bueiro e encontraram o corpo do homem (Foto: Marcos Lima/Divulgação)

Uma moradora do residencial contou que, por volta do meio-dia, almoçava quando uma criança a chamou e disse que havia um corpo no bueiro. A mulher informou ainda que no domingo (30) os vizinhos destamparam o bueiro para desentupi-lo, mas que o fedor começou a exalar fortemente somente nesta quarta-feira (2).

Por conta do avançado estado de decomposição, o Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar a vítima do bueiro. Com o corpo foram encontrados alguns documentos e a quantia de  R$ 59.

O delegado plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Guilherme Antoniazzi, disse que a hipótese de assalto foi descartada, pois a vítima estava com documentos e dinheiro. “Vamos procurar os familiares dele para saber a vida pregressa e investigar o caso. Pelo nome, possivelmente ele pode ser estrangeiro”, disse o delegado.

O Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) informou que o corpo estava com um ferimento no pescoço. Um exame de necropsia irá detalhar a causa da morte.

Agentes do Instituto Médico Legal (IML) removeram o corpo e a DEHS investiga o caso.

***Matéria atualizada às 17h16***

Anúncio