Dupla confessa estupro de adolescente e é presa; vítima foi abusada por 5 suspeitos

A vítima, uma adolescente de 15 anos, foi estuprada por quatro horas, de acordo com a Polícia Civil (PC). Suspeitos usavam drogas enquanto abusavam da jovem

Manaus – Bruno Leonardo dos Santos, 19, e Daniel de Oliveira Lima, 23, conhecido como ‘Loirinho’, foram presos suspeitos de envolvimento no estupro coletivo de uma adolescente de 15 anos. A vítima ia à escola, quando foi persuadida por Bruno a acompanhá-lo a uma casa situada no Tarumã, zona oeste da capital, onde foi estuprada por quatro horas, por três homens e dois adolescentes, de acordo com a Polícia Civil (PC).

Bruno foi preso em uma casa situada no Centro, zona sul de Manaus. Já Daniel teve o mandado de prisão cumprido na Comunidade Parque São Pedro, bairro Tarumã, zona oeste da capital, também nesta sexta-feira (1º).

Bruno e Daniel confessaram o crime e apontaram os outros integrantes do grupo, segundo a polícia (Foto: Jimmy Geber/GDC)

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o crime aconteceu no dia 12 de fevereiro deste ano, em uma casa localizada na invasão Carlinhos da Carbrás, no bairro Tarumã.

Conforme Coelho, a adolescente foi atraída por Bruno, que é vizinho dela, até a casa dele, onde dois homens e dois adolescentes, além de Bruno, estupraram a vítima por quatro horas, enquanto usavam drogas.

Ao término do ato libidinoso, os criminosos deixaram a adolescente na escola onde ela estuda. Mas, devido à gravidade das lesões que ela sofreu, a família internou a vítima na Maternidade Moura Tapajós, onde ela passou sete dias e foi submetida à cirurgia.

A delegada informou que Daniel é um traficante conhecido na Comunidade Parque São Pedro, o que fez com que a vítima, inicialmente, não quisesse denunciar o grupo, devido às ameaças sofridas.

A Depca foi informada a respeito do crime pela maternidade. Depois da denúncia, os familiares da adolescente começaram a sofrer ameaças de morte. “A denúncia foi feita devido a gravidade das lesões sofridas pela vítima, o que chamou a atenção da equipe médica”, disse a delegada.

Coelho afirmou, ainda, que a família da jovem teve a casa incendiada pelos criminosos.

Encaminhamentos

Daniel tem passagem pela polícia por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ele foi preso em novembro de 2018, pelos crimes citados.

Daniel e Bruno confessaram o crime e apontaram os outros integrantes do grupo, segundo Coelho.

A delegada informou, também, que, dentre os envolvidos no grupo criminoso, dois são menores de idade. Policiais da Depca estão à procura dos demais envolvidos, que fugiram após descobrirem que estavam sob investigação da Especializada. O único que havia permanecido no bairro Tarumã foi Daniel, que estava impedido de sair do local por estar sob ameaça de morte por uma facção rival à que ele pertence.

Bruno e Daniel responderão por estupro e serão levados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). O caso prossegue em andamento.

Anúncio