Dupla é suspeita de furtar objetos de loja maçônica para fazer cortes no corpo durante ritual

Segundo a polícia, eles são suspeitos de furtar castiçais, martelos, cadeira e candelabro de uma loja maçônica, em Nova Olinda do Norte, para fazer cortes em partes do próprio corpo durante ritual de seita

Manaus– Dois adolescentes, de 17 anos, estão sendo investigados pela polícia por serem suspeitos de furtarem castiçais, martelos, candelabro e cadeira para fazer cortes em partes do próprio corpo em um ‘rito de iniciação’ de uma seita. O caso foi divulgado pela Polícia Civil do Amazonas e aconteceu em Nova Olinda do Norte (a 135 quilômetros a sudeste de Manaus).

Conforme a Polícia Civil, os adolescentes são suspeitos de furtar dois castiçais, dois martelos, uma cadeira de madeira e um candelabro de uma loja maçônica, na Rua Sete de Setembro, bairro Centro, em Nova Olinda do Norte. O caso aconteceu no último dia 24 de março e a dupla foi liberada após ser ouvida na 47ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP).

De acordo com a PC, os adolescentes confessaram o furto e informaram que furtaram os objetos para realizar cortes em partes do próprio corpo em uma espécie de ritual. Em termo de declaração, à polícia, eles afirmaram que faziam os ritos por serem integrantes de uma seita e que os objetos seriam usados nos cultos. O inquérito foi instaurado no dia 31 de março.

Os adolescentes vão responder por ato infracional análogo ao crime de furto. Eles foram liberados após prestarem os esclarecimentos.

Anúncio