Dupla mata ‘amigo’ para roubar celular, em Itacoatiara

Após o crime, a dupla vendeu o celular da vítima para comprar drogas e bebida alcoólica, de acordo com a Polícia Civil. Homem foi morto com um ‘mata-leão’

Manaus – Marcio Rabelo Santana, 22, foi preso em flagrante, e um adolescente de 16 anos foi apreendido, suspeitos de matarem o ‘amigo’ deles, o torrador de farinha Alzimar de Souza Feijó, 50, durante um assalto para roubar o aparelho celular da vítima, em Itacoatiara (a 176 quilômetros a leste de Manaus). Após o crime, a dupla vendeu o celular de Alzimar para comprar drogas e bebida alcoólica, de acordo com informações do delegado Paulo Barros, da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Itacoatiara.

Após o crime, a dupla vendeu o celular de Alzimar para comprar drogas e bebida alcoólica (Foto: Divulgação/PC-AM)

O torrador de farinha foi morto com um golpe conhecido como ‘mata-leão’. A captura dos suspeitos aconteceu na manhã desta quinta-feira (4), enquanto os policiais investigavam um crime de tortura, e serem informados sobre a morte de Alzimar, no bairro Eduardo Braga 2. A suspeita da polícia é que a vítima tenha sido morta na noite de quarta-feira (3).

De acordo com o delegado Paulo Barros, na noite de quarta-feira a vítima e os suspeitos estavam em um bar, assistindo a uma partida de futebol, pela televisão, e consumindo bebida alcoólica. Após o término do jogo, a vítima foi para casa, mas foi seguida pela dupla, que, segundo o delegado, teve a ideia de furtar o aparelho celular de Alzimar, após perceber que ele estava ‘muito’ alcoolizado, e saber que a vítima morava sozinha.

“Decidiram então entrar na casa, mas a vítima acordou e tentou impedir o furto. Nessa hora, começaram a agredir a vítima e a mataram com um golpe denominado mata-leão, aplicado por Marcio”, explicou o delegado.

Os suspeitos foram levados para a delegacia da Polícia Civil, em Itacoatiara, onde Marcio foi autuado pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte), e caminhado à Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI). Já o adolescente, que segundo a polícia é suspeito de outro homicídio no município, ocorrido em janeiro deste ano, vai ficar na carceragem da delegacia aguardando decisão da Justiça.

Anúncio