Em três dias, polícia registra seis assassinatos na zona sul de Manaus

Além das mortes, pelo menos cinco pessoas também foram baleadas durante as ocorrências. O policiamento na área foi intensificado, segundo informou a SSP-AM

Manaus – Em três dias, seis mortes foram registradas na zona sul de Manaus. A suspeita da Polícia Civil é que a motivação dos crimes esteja relacionado ao tráfico de drogas na região. Os crimes iniciaram na noite da última quinta-feira (11). Além das mortes, pelo menos cinco pessoas também foram baleadas durante as ocorrências. O policiamento na área foi intensificado, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Por volta das 18h30 de quinta-feira, o lavador de carros Patrick Wheyne Oliveira dos Santos, 34, foi assassinado com quatro tiros, de escopeta calibre 12 e pistola calibre 9 milímetros, na Rua Arnaldo Carpinteiro Peres, bairro Petrópolis. Armados, os suspeitos chegaram em dois carros, de cores e placas não identificadas pela polícia, desceram e disparam contra a vítima, que foi atingido na cabeça, braço, costas e coxa direita. Ele morreu no local.

Um dos crimes aconteceu no Morro da Liberdade (Foto: Yago Frota/GDC)

Minutos depois, o auxiliar administrativo Tiago Carlos Prata de Oliveira, 29, foi morto com quatro tiros, após ser surpreendido por suspeitos que estavam dentro de uma picape. Conforme a equipe da 2ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a vítima foi surpreendida pelos suspeitos quando andava na esquina da Rua Dona Mimi com Rua São Luís, no bairro Morro da Liberdade.

No fim da tarde de sábado (13), Anderson Cordeiro Santarém, 31, e Rodrigo coelho Baraúna, 21, foram assassinados a tiros, após serem surpreendidos pelos pistoleiros, numa área de rip-rap, na Rua Paranavaí, no Crespo. Conforme informações da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o ataque foi promovido por traficantes rivais.

Por volta das 5h deste domingo (14), um homem identificado como o microempresário Adailton da Silva de Souza, 26, morreu no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do bairro Colônia Oliveira Machado, também na zona sul, após ter sido ferido a tiros em uma lanchonete, na Rua Da Paz, bairro Crespo. Na ocasião, outras três pessoas ficaram feridas.

Ainda na tarde deste domingo, Geovane Ferreira Peres, 29, foi morto a tiros, após os ocupantes de um Palio, de placas não identificadas pela polícia, chegarem atirando na Avenida São João, no Morro da Liberdade. Durante a ação criminosa, Fábio Santos da Silva, 18, Marcelo Leite Carvalho, 26, foram feridos. Os dois receberam atendimento médico no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Zona Sul e, em seguida, transferidos ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na zona leste da capital. Os feridos foram socorridos por moradores.

Até o momento, nenhum suspeito dessas mortes foi preso. Os casos estão sendo investigados pela DEHS. Em nota, a SSP-AM informou que o Comando de Policiamento da zona Sul (CPA Sul), da Polícia Militar, apontou que o patrulhamento na área está sendo intensificado. Quem tiver informações que possam ajudar a polícia a encontrar autores dos crimes pode fazer a denúncia, de maneira anônima, ao 181.