Estelionatário que atuava em app de relacionamentos é preso em Manaus

Kaio da Costa Oliveira, 34, fez pelo menos seis vítimas em aplicativos de encontros. O suspeito lucrou pelo menos R$15 mil em golpes praticados no ambiente virtual, de acordo com a polícia

Manaus – Kaio da Costa Oliveira, 34, foi preso na manhã desta sexta-feira (24), na Rua Frigelo, Bairro Flores, Zona Centro-Sul, após cumprimento de mandado de prisão por praticar estelionatos por meio de aplicativos de relacionamento. Ele oferecia empregos nos Estados Unidos e pedia R$1,5 mil das vítimas, dizendo que ia agilizar a expedição do passaporte que nunca eram entregues.

(Foto: Marcos Lima)

Segundo o delegado Christiano Castilho, titular do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), as investigações apuravam golpes aplicados por meio de aplicativos de relacionamento. Kaio escolhia o alvo e passava a manter contato com a vítima. Após conseguir intimidade, ele oferecia um emprego nos Estados Unidos.

Castilho contou que Kaio pedia a quantia de R$ 1,5 mil reais para agilizar os trâmites da emissão do passaporte junto à Polícia Federal. Após receber a quantia, o infrator bloqueava a vítima, mudava de número e de endereço.

A delegada Deborah Barreiro, titular da 5ª Seccional Centro-Sul, contou que as investigações iniciaram quando seis vítimas, entre homens e mulheres, procuraram o 14º DIP para formalizar denúncia. Foi pedido mandado de prisão e a ordem judicial foi expedida no dia 23 de março.

Uma das vítimas conseguiu a localização do infrator e a Polícia Civil foi ao local na manhã desta sexta-feira para efetuar a prisão. Kaio confessou os crimes. “Nós temos a informação que ele aplica golpes desde 2013. Essa prática de fazer vítimas por meio de aplicativos, temos informação que ele pratica há um ano. Foram seis vítimas, o que dá um valor aproximado de 15 mil reais. Com a divulgação do caso, pode ser que apareçam novas vítimas”, disse a delegada.

Ele foi indiciado por estelionato e vai ser encaminhado ao Centro de Recebimento e Triagem (CRT), no quilometro 8 da Rodovia BR-174, onde vai passar por audiência de custódia, via videoconferência, e vai ficar à disposição da Justiça.

Anúncio