Estudante jogada do 4º andar do Viver Melhor morre em hospital

A jovem estava internada desde o último dia 5, no HPS João Lúcio. A mulher suspeita de jogar a amiga da janela, que está em liberdade, diz não se lembrar do que aconteceu

Manaus – A estudante Thayany Bruno de Souza, 20, que estava internada desde o último dia 5, no Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio, zona leste de Manaus, após cair do 4º andar do Conjunto Viver Melhor, na zona norte, morreu na noite da última segunda-feira (11). Segundo a Polícia Civil (PC), a suspeita é que a jovem foi empurrada pela própria amiga, Ana Caroline de Lima Pinheiro, 34, que foi presa no dia do crime mas foi solta logo depois, em audiência de custódia.

Caso aconteceu no Viver Melhor 2 (Foto: Reprodução/Record News Manaus)

Consta no laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML) que Thayany morreu vítima de hemorragia encefálica e traumatismo crânio encefálico. Conforme a delegada do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Rita Tenório, no dia do fato, Ana Carolina foi autuada por tentativa de homicídio mas, segundo ela, as investigações continuam.

“Precisamos saber se foi um crime ou mesmo uma fatalidade. Se for comprovado o crime, o caso será encaminhado para a Justiça já como sendo um homicídio. Estamos buscando testemunhas, aguardando o laudo da perícia para que não fiquem dúvidas sobre o que aconteceu”, disse a delegada.

Sobre o caso

Em depoimento após a prisão, Ana Carolina informou que Thayany estava na casa dela, desde o dia 1º. A jovem informou à polícia que as duas passaram a tarde e o início da noite bebendo e que não lembra do que aconteceu.

“Ela alega que na hora do ocorrido estava dormindo e que só estavam ela e mais uma outra amiga, que não estava mais no local na hora em que houve a queda”, disse a delegada.

Segundo Tenório, uma moradora disse, à polícia, ter visto luta corporal entre as duas durante a noite, mas não presenciou o momento da queda. Thayany caiu da janela do quarto andar de um apartamento e, desde então, esteve hospitalizada no Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio.

Anúncio