Falso advogado é preso suspeito de aplicar golpes que somam R$ 200 mil

Ex-estagiário da OAB-CE, Ricardo Colares Barros, 40, pegava causas e, mediante pagamentos prévios, conquistava a confiança das vítimas, segundo a polícia do AM. Depois, ele desaparecia

Manaus – Ricardo Colares Barros, 40, foi preso suspeito de se passar por advogado e aplicar golpes que podem somar R$ 200 mil. Segundo a Polícia Civil (PC), o homem pegava causas e, mediante pagamentos prévios, conquistava a confiança das vítimas. Depois, ele desaparecia. Ele já era procurado pela polícia do Ceará – onde atuou como estagiário na Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Ceará (OAB-CE) – pela prática do mesmo crime.

Ex-estagiário da OAB-CE, Ricardo Colares Barros, 40, pegava causas e, mediante pagamentos prévios, conquistava a confiança das vítimas, segundo a polícia do AM (Foto: Raquel Miranda)

De acordo com o delegado Aldeney Goes, titular do 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Ricardo começou a ser investigado pelos policiais há duas semanas, quando uma vítima registrou Boletim de Ocorrência (B.O.), afirmando que o suspeito tinha sumido. “Ela disse que havia contratado os supostos serviços dele para uma causa trabalhista. Ela pagou cerca de R$ 4 mil, em espécie, e outros R$ 23 mil em compras para ele”, explicou o delegado.

Ex-estagiário da OAB-CE, Ricardo Colares Barros, 40, pegava causas e, mediante pagamentos prévios, conquistava a confiança das vítimas, segundo a polícia do AM (Foto: Raquel Miranda)

Diante do registro, a polícia identificou, pelo menos, mais nove registros de boletins contra Ricardo, pelo mesmo crime, em vários outros DIPs da cidade. Os golpes aplicados pelo suspeito podem chegar a um montante de R$ 200 mil.

Segundo a polícia, como já foi estagiário na OAB-CE, Ricardo tinha conhecimentos jurídicos, o que facilitava a execução dos golpes.

Ele foi indiciado pelo crime de estelionato e será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

OAB-AM orienta a população

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amzonas (OAB-AM), Marco Aurélio Choy, pediu para que a população fique atenta quanto. “A OAB tem uma ferramenta que é o site cna.oab.org.br que é o cadastro nacional dos advogados. Basta colocar o nome do advogado lá que aparece nome e foto do profissional habilitado”, explicou Choy, que esteve na Delegacia Geral durante a apresentação de Ricardo à imprensa.

Ex-estagiário da OAB-CE, Ricardo Colares Barros, 40, pegava causas e, mediante pagamentos prévios, conquistava a confiança das vítimas, segundo a polícia do AM (Foto: Raquel Miranda)