Familiares de ‘Zé Roberto da Compensa’ são presos durante operação

Entre os detidos estão irmã Cleia Fernandes Barbosa, o marido dela ‘Marcelinho do Centro’ e o sobrinho do traficante. Zé Roberto cumpre pena no presídio federal de Catanduvas-PR

Manaus – Vinte pessoas, entre elas familiares do traficante ‘Zé Roberto da Compensa’, chefe da facção criminosa Família do Norte (FDN), foram presas durante a operação ‘Guará’, deflagrada na manhã desta sexta-feira (26), em cinco estados brasileiros.

O delegado geral-adjunto da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Orlando Amaral, informou que os presos devem chegar em Manaus neste fim de semana, e na segunda-feira (29) serão apresentados, durante coletiva à imprensa, na sede da Delegacia Geral da PC, onde a equipe de investigação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) deve passar mais detalhes sobre o caso.

Entre os familiares de ‘Zé Roberto da Compensa’ estão a irmã dele Cleia Fernandes Barbosa (Foto: Divulgação/DRCO)

De acordo com informações do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), as investigações, que iniciaram após o massacre ocorrido em maio deste ano nas penitenciárias de Manaus, têm o intuito de conter o tráfico de drogas e prender os traficantes que estavam à frente das ações.

Entre os familiares de ‘Zé Roberto’ que foram presos estão a irmã dele, Maria Cleia Fernandes Barbosa, 45, o marido dela, Marcelo Frederico Laborda Júnior, o ‘Marcelinho do Centro’, e o sobrinho Charles dos Santos Rodrigues, o ‘BB da Compensa’. Os três foram detidos em Santa Catarina.

Também foram presos ‘Marcelinho do Centro’ e ‘BB da Compensa’ (Foto: Divulgação/DRCO)

Além de Santa Catarina, outros mandados de prisão foram cumpridos nos estados do Amazonas, Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte, totalizando 20 presos. Uma das pessoas mais procuradas, presa na operação, é Andreza Rodrigues Lobo. De acordo com a polícia, a traficante era chefe do Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF), no Km 8 da BR-174, quando esteve presa no local.

Participaram da operação mais de 50 policiais, sendo 20 do DRCO, que coordenou as investigações. Segundo o departamento, a prisão da foragida da Justiça Sheila Maria Peres, mulher do narcotraficante João Pinto Carioca, o ‘João Branco’, ocorrida no início deste mês, também é fruto das investigações.

***Matéria atualizada as 19h31 para acréscimo de informações***

Anúncio