Foragido da Justiça do Pará, ‘Jacaré’ é preso por homicídio, no AM

De acordo com a Polícia Civil, além do envolvimento com uma facção criminosa, homem é investigado por envolvimento em execuções ocorridas em Manaus

Manaus – Alex Sandro Serafim Nogueira Nascimento, 43, conhecido como ‘Jacaré’, foi preso na manhã desta segunda-feira (10), em um condomínio, na Avenida Torquato Tapajós, bairro Novo Israel, zona norte de Manaus. Ele era investigado pela Polícia Civil (PC) por ser um dos líderes de uma facção criminosa que atua no Amazonas.

Alex Sandro Serafim Nogueira Nascimento, 43, foi preso por conta de mandado de prisão expedido pela Justiça do Pará. (Foto: Lana Honorato/Divulgação/PC-AM)

Segundo o delegado e diretor do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), Paulo Mavignier, o homem é considerado foragido da Justiça do Pará por possuir um mandado de prisão preventiva por homicídio. Além do envolvimento com uma facção criminosa, a polícia investiga o envolvimento de ‘Jacaré’ nas execuções ocorridas na capital amazonense.

“O ‘Jacaré’ é um membro do alto escalão da facção FDN (Família do Norte), aqui da capital. No momento da detenção, não conseguimos prender nenhum objeto criminoso com ele ou entorpecente, mas ele foi preso por conta do mandado de prisão expedido pela Justiça do Pará”, disse Mavignier.

Mavignier destacou a importância desta prisão, por se tratar de um membro do alto escalão da facção. “É um membro do alto escalão que sai de circulação, e, com isso, continuamos no nosso trabalho de redução dos homicídios. Atacando o alto comando a gente consegue dificultar o repasse dessas ordens de matanças na capital”, acrescentou.

As investigações em torno do caso seguem em andamento, com o objetivo de investigar o envolvimento de ‘Jacaré’ em outros crimes. Além da sua participação na facção, a polícia apura o envolvimento dele com o tráfico de drogas.

“Muitos dados estão sendo mantidos em sigilo, pois existe toda uma rede envolvida com ele de conexão, desde a fronteira até a capital, de remessa de drogas”, afirmou.

‘Jacaré’ foi indiciado por homicídio e, ao término dos procedimentos cabíveis, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Anúncio