Foragido do Compaj é preso em Tabatinga com 200 kg de pirarucu ilegal

O homem levava a mercadoria de São Paulo de Olivença para venda em Letícia, na Colômbia, quando foi detido em uma embarcação, no Rio Solimões

Manaus – O foragido do regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), Alcimar Dias de Lima, 43, foi preso fazendo o transporte de cerca de 200 quilos de Pirarucu ilegal, na noite da última sexta-feira (20). De acordo com a Secretaria de Comunicação Social (Secom), o homem levava a mercadoria de São Paulo de Olivença (a 985 quilômetros a oeste de Manaus) para venda em Letícia, na Colômbia.

Ele foi preso por policiais lotados na Base Anzol, no Rio Solimões, em Tabatinga (a 1.108 quilômetros a oeste de Manaus). Os policiais da Base apreenderam ainda, em outra ocasião, pirulitos de pasta-base de cocaína.

A abordagem encontrou o peixe em oito sacas (Foto: Divulgação/SSP-AM)

Conforme informações da Secom, o barco com o peixe ilegal tentou fugir da fiscalização, mas foi pego pela equipe ECO, da Polícia Militar, juntamente com o efetivo da Polícia Federal e Polícia Civil. A ação aconteceu por volta das 20h30 da última sexta-feira. A equipe policial estava em procedimento de fiscalização quando percebeu que o movimento de fuga do barco.

A abordagem encontrou o peixe em oito sacas. A pesca do pirarucu está proibida devido a espécie encontrar-se em situação de Defeso, conforme estabelece o Art. 34 da Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98 e preconizam as Instruções Normativas n°34 de 18/06/2004 e n°1 de 01/06/2005, ambas Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis(Ibama).

Alcimar cumpria pena por envolvimento com o tráfico de drogas, foi apresentado às autoridades e está detido na delegacia de Tabatinga. Ele deve ser encaminhado a capital do Estado nos próximos dias para voltar a cumprir sua pena.

Pirulitos de cocaína

Na manhã de sábado (21), policiais da Base Anzol também apreenderam 48 pirulitos de pasta base de cocaína, o equivalente a cerca de 1 quilo do entorpecente. O material foi encontrado em fiscalização no navio M. Fernandes, que vinha de Benjamin Constant com destino a Manaus.

As investigações sobre a origem e o destino da droga continuam. O piloto da embarcação prestou depoimentos e foi liberado.

blank

Droga foi encontrada no setor de encomendas da embarcação (Foto: Divulgação/PM)

Anúncio