Força tarefa inicia buscas para encontrar bebê jogado em igarapé de Manaus

O ponto de concentração foi no 6º DIP. Nas buscas serão utilizados duas cadelas que estavam nas buscas de Brumadinho-MG.

Manaus – Uma força tarefa foi montada para continuar as buscas do bebê de dois meses,  jogado pelo padrasto em um igarapé, na tarde desta terça-feira (15). O ponto de concentração foi no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na zona norte de Manaus, na manhã desta quarta-feira (16).

Policiais civis do 6º DIP, Delegacia Especializada em Homcídios e Sequestros (DEHS) e a gentes do Grupo Suçuarana, organização não governamental de busca e salvamento, estiveram na central de flagrantes da zona norte.

O delegado titular da DEHS, Charles Araújo, disse que apesar de o padrasto ter confessado o crime, ainda existem pontos a serem esclarecidos sobre o caso e acrescentou que o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), também auxiliam nas buscas.

Relembre o caso:

Padrasto confessa que jogou bebê em igarapé na zona norte de Manaus

 

“O padastro alega que jogou a criança por estar chateado com a mãe. Mas deve se lembrar que muitos pontos ainda precisam ser esclarecidos. Pessoas ainda serão ouvidas hoje, para que o caso seja solucionado o mais breve possível”, disse o titular da DEHS.

O próprio delegado Charles Araújo foi quem acionou o Grupo Suçuarana, para ajudar nas investigações, segundo Wualirson Silva, coordenador de operações, pela vasta experiência da equipe, que trabalhou nos casos de Brumadinho-MG e Xingu-RR.

“Somos um grupo especialista em fazer este tipo de rastreamento. Neste caso, não usamos a tradicional peça de roupa para os cães farejarem, já que se trata de uma suposta busca por um cadáver”, completou Silva.

Nas buscas o Grupo de Busca e Salvamento utilizará duas cadelas: Hera, da raça Pastor Belga Malonois e Nadini da raça Pistbull, que estavam nas buscas de Brumadinho-MG.

Anúncio