Fugitivo da Justiça de Sergipe é preso em Manaus; ele é suspeito de planejar morte de delegado

Roberto Fraga de Santana foi detido nesta quarta-feira (6), enquanto dirigia uma caminhão na área do Distrito Industrial, zona sul de Manaus

Manaus – Roberto Fraga de Santana, 45, que estava foragido da Justiça de Sergipe, foi preso na manhã desta quarta-feira (6), no bairro Distrito Industrial, zona sul da capital, suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas e comercialização ilícita de arma de fogo. A prisão ocorreu após equipe do 29º Distrito Integrado de Polícia (DIP) receber a informações sobre o homem. Roberto estava em via pública e dirigindo um caminhão quando foi abordado pela polícia.

De acordo com o delegado Jeff Mac Donald, as investigações sobre Roberto começaram em Sergipe. O preso é suspeito de planejar, no estado nordestino, a morte de um delegado e de policiais civis que comandavam investigações sobre a comercialização de drogas, após três irmãos envolvidos com o tráfico morrerem durante troca de tiros com a polícia.

“Tudo iniciou na cidade de Lagartos, no interior de Sergipe. Durante uma intervenção e após troca de tiros com a polícia, dois irmãos vieram a óbito e um terceiro que estava preso e também morreu, tinham envolvimento com o tráfico. A delegacia sergipana começou a levantar quem tinha assumido o comando do tráfico naquela região e constataram que Roberto tomou a frente e estava traficando drogas e armas”, contou Mac Donald.

Roberto Fraga de Santana estava foragido da justiça sergipana, desde julho (Foto: Yago Frota)

Ainda segundo o delegado do Estado, ele estaria planejando um atentado contra a equipe de polícia nordestina que havia cumprindo mandado de prisão contra as pessoas que morreram. “Roberto foi preso dirigindo um caminhão no Distrito Industrial e as provas materiais em desfavor dele são robustas. O mandado de prisão dele é de julho, mas ele foi denunciado em janeiro. Para a polícia, ele alega que a mãe mora aqui e que não tem participação em nada. A atividade acontecia em Lagartos, onde ele chegou a comandar uma organização criminosa”, destacou.

Roberto foi indiciado por tráfico de drogas, comércio ilegal de armas de fogo e e deve ser encaminhado para audiência de custódia, no Fórum Ministro Henoch Reis, na zona sul. O suspeito deve der recambiado para unidade prisional em Sergipe onde deve permanecer à disposição da Justiça.

Anúncio