Haitiano é preso suspeito de tentar estuprar mulher de homem que devia R$ 3 mil

Segundo o marido da vítima, que também é haitiano, é cultura no Haiti estuprar a mulher do devedor. Os envolvidos no crime fugiram após o choro da filha da vítima, de 2 anos, chamar atenção de vizinhos

Manaus – O haitiano Harry Benjamim, 25, foi preso, na manhã desta segunda-feira (30), por suspeita de tentar estuprar a mulher de um outro haitiano, de 32 anos. O crime ocorreu na noite do último domingo (29), na casa onde a vítima mora, no Bairro São Geraldo, zona centro-sul de Manaus. De acordo com a delegada do 22° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Kelene Passos, o crime foi praticado porque o marido da vítima estava devendo R$ 3 mil.

Homem negou o crime mas confirmou a dívida de R$ 3 mil (Foto: Sandro Pereira)

O marido da mulher, que também é haitiano, 27, admitiu a dívida. Segundo ele, é cultura no Haiti estuprar a mulher do devedor. “Lá eles fazem isso como forma de cobrar a dívida. Depois do estupro, que pode ser praticado por várias pessoas, a dívida é sanada”, disse o homem.

De acordo com a delegada, a mulher estava em casa, quando por volta das 19h, Harry invadiu a casa dela junto com um brasileiro armado. Conforme depoimento, o suspeito disse que iria praticar o crime e depois do ato, a dívida estaria paga.

Ainda segundo a polícia, a filha do casal, uma menina de 2 anos, viu a cena e começou a chorar e gritar. “Uma vizinha ouviu o choro e foi até a casa ver o que tinha acontecido. Os homens viram ela chegar e saíram correndo”, disse a delegada.

Na manhã desta segunda-feira, o casal de haitianos foi à delegacia e indicou onde o suspeito estava. Harry foi preso na feira da Banana, no Centro de Manaus, onde estava trabalhando.

Levado a delegacia, o homem negou o estupro, mas confirmou que o marido da vítima estava devendo a ele R$ 3 mil. O suspeito foi autuado em flagrante por estupro tentado.