Homem é morto a tiros após grupo criminoso não encontrar alvo da execução em Manaus

Os autores do crime estariam procurando o seu cunhado, identificado como “Velhinho”, mas como não encontraram, mataram Jefferson que esta deitado em uma cama

Manaus – Jefferson Rodrigues Barbosa, 26, foi executado com três tiros na tarde deste sábado (06), na Rua Traíra, no bairro Jorge Teixeira, zona leste. A suspeita da polícia é que ele foi vítima da briga entre facções criminosas na cidade. Os autores do crime estariam procurando o seu cunhado, identificado como “Velhinho”, mas como não encontraram, mataram Jefferson que esta deitado em uma cama, com uma bolsa de colostomia, pois havia saído a pouco tempo do hospital. “Ele não seria o alvo, e sim uma pessoa que mora no mesmo endereço”, disse o delegado Gerson Oliveira que acompanhou o caso.

“Ele não seria o alvo, e sim uma pessoa que mora no mesmo endereço”, disse o delegado Gerson Oliveira que acompanhou o caso. (Foto: Divulgação)

O delegado plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) informou que a vítima estava deitada em uma cama e com uma bolsa de colostomia e com uma bíblia e não esboçou nenhuma reação e foi morta com três tiros no tórax. Os autores do homicídio estavam procurando outra pessoa que mora no mesmo local, mas como não encontraram, mataram Jefferson.

“Nós temos visto nos últimos dias, uma disputa em as facções que existem aqui em Manaus, por ponto de drogas, pela comercialização. Essa disputa entre eles, tem levado a eliminação e alguns rivais. Nós temos acompanhado alguns homicídios que vem ocorrendo nos últimos dias, de rivais sendo eliminados, de uma e de outra facção. E hoje, aparentemente, eles vieram a este local, para eliminar um rival de facção, mas não encontraram e por isso acabaram matando essa pessoa”, disse o delegado.

Os polícias militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), procuraram os suspeitos, mas encontraram o alvo dos criminosos, que seria o vulgo “Velhinho”. Ele estava com uma arma e foi preso em flagrante. Velhinho já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas e porte ilegal e arma de fogo.

blank

Casa que foi invadida pelo grupo criminoso (Foto: Divulgação)

“Alguns elementos de uma facção criminosa rival vieram para executar um homem identificado como “Velhino”, mas como ele não se encontrava na casa da sogra, fizeram a execução do cunhado dele. Nós em diligência conseguimos encontra o “Velinho”. Ele estava com uma arma de fogo e foi preso em flagrante”, disse o Major Werner da Rocam.

Velhinho foi levado para delegacia onde vai responder por porte ilegal de arma de fogo. O corpo de Jefferson foi removido pelos agentes do Instituto Médico Legal (IML), e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso.

Anúncio