Homem com transtornos mentais é estuprado e está internado em hospital de Manaus

Segundo familiares, vítima passou por cirurgia para retirar pedaços de madeira do reto que foram introduzidos no momento do ato criminoso

Manaus – A família de um homem de 42 anos, que possui transtornos mentais, denuncia que ele foi estuprado no último dia 10 de setembro. O suspeito do crime mora próximo à casa da vítima, no bairro da Glória, zona oeste de Manaus. No ato criminoso, uma colher de madeira foi introduzida no ânus da vítima, que teve que passar por cirurgia e está internado no Hospital 28 de Agosto, zona centro-sul de Manaus, usando bolsa de colostomia.

A irmã da vítima, que não quis se identificar, contou que desde quinta-feira passada, o homem que sofreu abuso, se queixava de febre, problemas estomacais e prisão de ventre. Os familiares levaram o homem até uma unidade hospitalar no bairro da Glória e ele foi medicado. Porém, quando retornou para sua casa, não teve melhoras na sua saúde.

No dia 15 de setembro, a vítima passou mal outra vez, foi a uma drogaria e lá contou o acontecido. Segundo relato, no dia 10 de setembro, ele andava pela rua quando foi chamado pelo suspeito. No local, ele foi abusado e o suspeito do crime teria enfiado uma colher de pau no ânus dele. O utensílio quebrou e perfurou o reto. A vítima passou por cirurgia e foram retirados pedaços de madeira do reto dele.

Pedaços de madeira foram retirados do reto da vítima, segundo familiares (Foto: Marcos Lima / Divulgação)

O homem contou ainda que foi ameaçado com uma faca para não contar o que tinha acontecido. A família relata que foi ao comércio próximo do local do crime. O dono do estabelecimento disse que as imagens eram apagadas automaticamente em 24h e também informou que o suspeito do crime o procurou e pediu para que fossem apagados os registros das câmeras de segurança.

Os familiares foram à delegacia registrar o boletim de ocorrência. Na delegacia, foi solicitado que a vítima faça o exame que comprove o estupro. Porém, o homem segue internado, usando sondas e bolsa de colostomia. Ele só poderá fazer o exame quando puder andar.

“Nesse momento, ele se encontra no Hospital 28 de agosto e o estado de saúde dele não tá legal, tá muito complicado. Então assim, eu peço justiça, que a justiça seja feita. Muita gente diz que ele (suspeito) tá ai, pessoas falam que ele fugiu. A população do bairro da Glória, todo mundo conhece meu irmão. Então a gente precisa de justiça para que esse homem seja preso” disse a irmã da vítima.

Anúncio