Homem é condenado a mais de 10 anos por abusar sexualmente de ex-enteada em Manaus

O crime ocorreu em 2008 quando o homem era padrasto da vítima, que na época tinha 11 anos

Manaus – Um homem de 34 anos, que não teve sua identidade revelada, foi preso na manhã desta quinta-feira (22), em uma loja que ele trabalhava no Conjunto Vieiralves, Bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul. Ele foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão por atentado violento ao pudor a sua  ex-enteada, que na época do crime, em 2008, tinha 11 anos de idade.

Segundo o delegado Marcos Arruda, do 1º Distrito Integrado de Polícia (Dip) o indivíduo era padrasto da menina no ano de 2008 e o crime aconteceu na casa onde moravam. Nas festas de fim de ano, a menina foi passar uns dias na casa do pai e o contou sobre os abusos estavam ocorrendo.

(Foto: Divulgação / Marcos Lima)

Após a denúncia, o fato foi investigado e  foram pintadas provas para indiciar o abusador. No julgamento, ele foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão em regime fechado, por atentado violento ao pudor com presunção de violência.

“Esse crime era considerado como atentado violento ao pudor em 2008. Por isso ele foi condenado por esse crime. Algo parecido com isso, nos dias de hoje é considerado como estupro de vulnerável, pois a menina tinha menos de 14 anos de idade”, disse o delegado.

Em abril deste ano foi expedido o mandado de prisão e nesta quinta-feira (22), a polícia foi ao seu local de trabalho e fez a prisão. Após os procedimentos cabíveis, ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

Anúncio