Homem é executado após servir água para pistoleiro, no São José 2

Elizeu Martins da Cunha, 58, foi executado, com pelo menos quatro tiros, dentro da casa onde morava com a ex-mulher, na Rua 5 do bairro São José 2, na noite desta segunda-feira (19)

Manaus – Elizeu Martins da Cunha, 58, foi executado, com pelo menos quatro tiros, dentro da casa onde morava com a ex-mulher, de nome não informado, na Rua 5 do bairro São José 2, zona leste de Manaus, na noite desta segunda-feira (19). A ex-mulher da vítima, uma costureira de 60 anos, disse que o assassino chegou ao local se passando por cliente, e ainda pediu um copo com água, antes de efetuar os disparos.

Elizeu foi executado, com pelo menos quatro tiros, dentro da casa onde morava com a ex-mulher, no São José 2 (Foto: Arquivo Pessoal/Família)

O crime aconteceu por volta das 19h. Elizeu ainda chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado até o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, também na zona leste, mas não resistiu.

A ex-mulher de Elizeu, que pediu para não ter o nome divulgado, relatou que estava em casa, costurando, quando o suspeito chegou e disse que queria encomendar uma farda para o trabalho.

Em seguida, o criminoso pediu um copo com água, e Elizeu, que estava na casa, foi até a geladeira buscar o pedido. “Quando o Elizeu foi entregar a água, eu só ouvi o tiro perto da minha orelha. Depois ele atirou mais vezes no Elizeu. Minha filha perguntou se o Elizeu conhecia o bandido, mas ele só respondia que não”, contou.

Ainda segundo a costureira, ela e Elizeu estavam separados há 11 anos, mas há cerca de 2 anos, a vítima ficou desempregada e passou a morar na casa dela de favor.

Conforme os policiais militares da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), testemunhas relataram que o pistoleiro fugiu em uma motocicleta, de cor e placa não visualizadas, com a ajuda de um comparsa.

Vítima ainda serviu um copo com água para o pistoleiro (Foto: Jucélio Paiva/Divulgação)