Homem é executado e amigo usado como ‘escudo’ é baleado, no Crespo

Segundo testemunhas, um jovem de 18 anos tentou usar um amigo como escudo mas acabou sendo assassinado. A suspeita é que o crime tenha relação com o tráfico de drogas

Manaus – João Lucas Carvalho, 20, foi atingido com três tiros, na noite da última terça-feira (26), ao ser usado como escudo pelo amigo Kendison Gabriel de Menezes Marialva, 18, que foi morto com vários tiros, na Avenida Paranavai, no bairro Crespo, na zona sul de Manaus. Conforme informações de familiares e da polícia, o crime está relacionado ao tráfico de drogas.

Vítimas foram surpreendidas por dupla armada (Foto: Eraldo Lopes)

Moradores e familiares informaram que Kendison era envolvido com o tráfico e que costumava ir ao local onde foi morto para vender drogas. Por volta das 18h30, ele e um grupo de pessoas foi surpreendido por outros dois homens.

Os suspeitos, segundo testemunhas, começaram a atirar na direção de Kendison que, para tentar se salvar, puxou João Lucas como escudo. Os dois foram baleados.

Leia também: Corpo de homem desaparecido é encontrado boiando no igarapé do Franco

Kendison foi atingido com vários tiros, cuja quantidade exata não foi informada. Ele chegou a ser socorrido e levado ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na zona centro-sul, onde já chegou morto. Já Lucas foi ferido com três tiros, sendo um na cabeça, outro na mão direita e outro no braço esquerdo. Ele foi levado ao Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio, zona leste, onde segue internado.

Familiares, que preferiram não ter os nomes divulgados, informaram que Kendison era envolvido com o tráfico de drogas. Ele foi morto cerca de duas semanas após o tio, identificado como Ozias dos Santos Marialva.

Os familiares de Lucas não foram localizados para comentar sobre o crime. O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Anúncio