Homem é morto com três tiros na cabeça, no Morro da Liberdade

De acordo com populares, Arleilson Ribeiro da Cunha teve um desentendimento com integrantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV). A família diz desconhecer o envolvimento da vítima com a facção

Manaus – Arleilson Ribeiro da Cunha, 33, foi morto a tiros em um bar, na Rua Dona Mimi, no bairro Morro da Liberdade, zona sul da capital. De acordo com o irmão da vítima, que não quis ser identificado, dois homens chegaram a pé no local do crime e, em seguida, dispararam três tiros na cabeça de Arleilson.

Após a ação, os indivíduos seguiram atirando em outras pessoas que também estavam no bar. No total, seis pessoas ficaram feridas e estão internadas no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, sob proteção policial.

Arleilson Ribeiro da Cunha estava em um bar, na Rua Dona Mimi, no bairro Morro da Liberdade, quando foi morto com três tiros na cabeça (Foto: Cristiano Ximenes)

Segundo populares, a vítima era taxista e teria se desentendido com membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV). “As pessoas estão falando que ele teria envolvimento com essas pessoas de facção, mas nós desconhecemos isso”, salientou o irmão de Arleilson.

O irmão da vítima falou, ainda, ao GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC) que espera que a justiça seja feita. “Ainda estamos sem entender o que aconteceu, mas esperamos que essas pessoas que estão internadas, que são testemunhas, possam ajudar a esclarecer o fato”, finalizou ele. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso.