Homem é preso por estelionato em Manaus; cerca de 10 pessoas foram vítimas do golpe

Segundo a polícia, o suspeito praticava o crime através de aplicativos de venda e compra. Os alvos eram pessoas que trabalhavam com aluguel de mesas e cadeiras

Manaus – Raimundo Nonato Figueiredo de Lima, 44, foi preso na noite deste domingo (20), em cumprimento a mandado de prisão preventiva, por estelionato, na Avenida Roxana Bonessi, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. Até a prisão do homem, foram identificadas dez vítimas do golpe.

Em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (21), o responsável pelo 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Torquato Mozer, disse que as investigações duraram cerca de um mês, devido a vários boletins de ocorrências registrados com o mesmo “modo operandi”.

“Ele fazia esses estelionatos através de aplicativos de venda e compra. Os alvos eram pessoas que trabalhavam com aluguel de mesas e cadeiras. Ele alugava uma quantidade mínima, pagava e depois aumentava a quantidade. Por já ter pagado no início, as vítimas aceitavam e enviavam mais material. Nesse momento, as vítimas perdiam a mercadoria e também não recebiam o dinheiro que faltava do aluguel”, contou.

O caso foi registrado no 30º Distrito Integrado de Polícia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O prejuízo total, segundo Mozer, ultrapassa os R$70 mil e há indícios de casos na capital e no interior. A mercadoria era revendida por Raimundo Nonato. “Ele vendia as mesas e cadeiras a preço de semi-novas. Ele alegou que fazia isso porque estava precisando de dinheiro, mas não justifica o crime”, completou o delegado do 30º DIP.

Raimundo Nonato já tinha antecedentes criminais pelo mesmo crime de estelionato. Após os procedimentos cabíveis no DIP, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará a disposição da Justiça.

Anúncio