Homem é preso por estuprar, agredir e manter em cárcere privado a ex-mulher

Segundo a polícia, o homem perfurou os braços da vítima com uma tesoura e gravou o estupro com um celular. Caso aconteceu em uma invasão no bairro Tarumã, no último sábado (18)

Manaus – Kevin Pereira da Costa, 25, foi preso por estuprar, espancar e manter em cárcere privado, por 11 horas, a ex-mulher, de nome e idade não informados, na invasão Carlinhos da Carbrás, bairro Tarumã, zona oeste, no último sábado (16). O homem perfurou os braços da vítima com uma tesoura e gravou o estupro com um celular, segundo a delegada Débora Mafra, da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM).

Ainda conforme a autoridade policial, a vítima se deslocou, na manhã do sábado, da casa da tia para a própria residência, onde Kevin a esperava. Em depoimento na delegacia, o agressor afirmou que foi à casa da ex-mulher para entregar o dinheiro da pensão das duas crianças que tem com a vítima.

Após conversarem, os dois entraram no quarto da mulher, onde Kevin começou a ofendê-la, segundo Mafra. “Depois, ele começou a ameaçá-la de morte, dizendo que ela tinha outro e querendo saber da vida dela, mesmo estando há um ano separados”, contou a delegada.

Nesse momento, Kevin forçou a vítima a consumar ato sexual. “Quando ela se recusou a fazer, ele tirou uma arma caseira da mochila que portava e começou a carregá-la. Diante dessa ameaça, ela aceitou ter relação sexual com ele, que filmou a agressão com o celular”, relatou Mafra.

De acordo com a delegada Débora Mafra, Kevin ameaçou a vítima com uma arma de fogo caseira. (Foto: Jimmy Geber/GDC)

Terminado o ato libidinoso, Kevin continuou a xingar a mulher, além de sacar uma tesoura e ferir a ex-companheira nos braços e pescoço, com o objeto. “Ele a ameaçou de morte, dizendo que queria voltar com ela, enquanto que a mulher recusava. O agressor desferiu, também, tapas e socos no rosto dela ”, disse a delegada.

A vítima foi mantida em cárcere privado, no quarto da própria casa, das 9h até as 20h. Em determinado momento, à noite, a vítima conseguiu registrar uma foto, com o celular, em que Kevin apontava a arma de fogo em direção da cabeça dela. A vítima enviou, então, a imagem ao primo dela, que, imediatamente, se deslocou até a casa onde a mulher estava, trancou a residência e acionou a Polícia Militar (PM).

Os policiais foram até o local e realizaram a prisão em flagrante de Kevin, que, após audiência de custódia, foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). “Ele necessita estar preso, para que se contenha os instintos de agressividade que ele tem com relação à ex-mulher”, afirmou Mafra.

Kevin tem passagem pela polícia por roubo majorado e formação de quadrilha, registrado em janeiro deste ano.

Relacionamentos abusivos

A delegada Débora Mafra aconselhou as vítimas de relacionamentos abusivos a denunciá-los o mais rápido possível à polícia. “Não deixe crescer um relacionamento desse tipo, onde o agressor se comporta como se a companheira fosse um objeto, tentando forçá-la a fazer o que ele queira”, disse.

Anúncio