Homem é preso suspeito de assaltar seis agentes de limpeza pública

Emiliano Ferreira Neto, 21, foi detido, nesta segunda-feira (13) e durante o assalto teria agido com a ajuda de Mateus dos Santos Bitencourt, que segue foragido

Manaus – Emiliano Ferreira Neto, 21, foi preso por policiais civis do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na tarde desta segunda-feira (13), em cumprimento a um mandado de prisão preventiva por roubo. O homem, que foi detido na casa onde morava, na Travessa 13 de Outubro, bairro Jorge Texeira, zona leste da capital, é suspeito de ter assaltado seis agentes de limpeza pública que estavam trabalhando.

Segundo informações do delegado Torquato Mozer, do 30º DIP, o assalto aconteceu no dia 1º de abril deste ano, em via pública, no bairro Jorge Teixeira. Emiliano teria agido com ajuda de outra pessoa identificado como Mateus dos Santos Bitencourt, 19, que segue foragido.

Ainda conforme o delegado, Emiliano e Mateus são assaltantes há muito tempo. “Os dois já têm diversas passagens pela polícia, inclusive por tráfico. Prendemos um e agora vamos seguir com investigações até chegarmos ao outro, que é um assaltante de alta periculosidade”, afirmou Mozer.

Emiliano Ferreira Neto foi preso suspeito de ter assaltado seis agentes de limpeza pública, em Manaus (Foto: Yago Frota)

No momento do crime, eles estavam em uma motocicleta modelo Honda Pop de cor vermelha, que foi apreendida pelos policiais civis, quando abordaram os agentes de limpeza pública. De acordo com depoimentos das vítimas, eles fizeram uso de arma de fogo e levaram os pertences pessoais dos trabalhadores como aparelhos celulares. Os dois suspeitos também são conhecidos por supostos assaltos a ônibus e a pedestres, na zona leste de Manaus.

Emiliano já tem passagem pela polícia por outros dois roubos, um porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e associação criminosa. O suspeito já estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica que, na ocasião da prisão, foi encontrada violada. Agora, ela será indiciado por roubo majorado e associação criminosa e será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) onde permanecerá a disposição da Justiça.