Homem suspeito de matar mulher a facadas é preso; veja vídeo

Jeruza Gonçalves da Costa, 29, foi encontrada morta, neste domingo (11), na Rua Umari, 19, bairro Alvorada 2, zona centro-oeste da capital

Manaus – Vanderli da Silva Bonfim, 46, foi preso, nesta segunda-feira (12), no bairro Colônia Santo Antônio, zona norte da capital. Ele é o principal suspeito de assassinar sua companheira, Jeruza Gonçalves da Costa, 29, que foi encontrada morta, neste domingo (11), na casa onde morava, na Rua Umari, 19, bairro Alvorada 2, zona centro-oeste da cidade.

O homem, que foi apresentado nesta terça-feira (13), teria golpeado a companheira com uma faca e, em seguida, fugido do local do crime, de acordo com informação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Em seu depoimento, Vanderli alega que agiu em legítima defesa e que estaria, supostamente, sendo ameaçado de morte por Jeruza.

“Esse indivíduo já tem histórico de violência doméstica. A ex-companheira sofria agressões por parte dele e assim que tomamos conhecimento do ocorrido, do feminicídio, começamos as diligências na tentativa de localizá-lo. Ele passou a frequentar casas de parente para tentar se esconder. Nesta segunda, descobrimos que ele estava escondido, na Cidade Nova”, contou Paulo Martins, titular da DEHS.

Segundo Adriana Gonçalves, irmã da vítima, o casal estava junto há 11 meses e ele era acostumado a agredir sua irmã. Ainda durante a apresentação, a família de Jeruza pediu justiça. Vanderli foi indiciado por feminicídio e será encaminhado para audiência de custódia, no Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro São Francisco.

“Ele é réu confesso no crime e alega que agiu em legítima defesa. Disse que a vitima tentou furá-lo com um espeto de churrasco e que tentou se defender. Esse foi o depoimento dele, mas não sabemos como aconteceu, não estávamos lá. Isso se trata de uma atitude covarde. Estamos tirando mais um homicida de circulação”, finalizou Martins.

***Matéria atualizada às 11h17 para acréscimo de informação