Homem tenta evitar assalto mas é detido por policiais em invasão do Nova Cidade, diz vítima

A vítima informou que o jovem viu o crime e correu atrás dos criminosos, junto com outros populares. As testemunhas tentaram evitar a detenção mas policiais efetuaram disparos para cima

Da Redação e Carla Albuquerque / [email protected]

Mulher grávida do homem detido passou mal e precisou ser socorrida (Foto: Carla Albuquerque/Divulgação)

Manaus – Um homem, identificado apenas como Alex Azevedo, de 20 anos, foi detido por policiais civis, na tarde de hoje (31), suspeito de roubar o celular de uma mulher, na invasão Buritizal Verde, no Nova Cidade, zona norte, local onde um policial militar foi encontrado morto, ontem (30). A vítima informou à reportagem que Alex estava correndo para tentar capturar os verdadeiros assaltantes, mas foi confundido pelos policiais.

De acordo com a vítima, que pediu para não ter o nome divulgado, ela foi assaltada por um grupo de homens, que saíram do matagal armados com terçados. De acordo com ela, eles fugiram levando o celular dela.

A vítima informou, ainda, que Alex Azevedo viu o crime e correu atrás dos criminosos, junto com outros populares, para tentar capturá-los. Policiais civis viram a ocorrência e detiveram Alex, o colocando no porta malas e levando para uma delegacia, que não foi informada.

Os populares que testemunharam o caso tentaram evitar a prisão do rapaz, alegando que ele estava tentando ajudar, segundo a vítima. A polícia efetuou disparos para cima para tentar dispersar os populares.

A esposa do jovem, que está grávida, também presenciou a detenção e passou mal, precisando ser socorrida pelos próprios moradores.

Os moradores da área informaram que estão organizando uma manifestação para a tarde de hoje. Policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) estão no local para acompanhar situação.

blank

Mulher grávida do homem detido passou mal e precisou ser socorrida (Foto: Carla Albuquerque/Divulgação)