Idoso é preso por tentar vender propriedade de outra pessoa em Manaus

Segundo as investigações, o idoso negociava a propriedade, avaliada em R$ 7 milhões, localizada no bairro Aleixo, zona centro-sul da capital, pelo valor de R$ 300 mil

Manaus – Celso de Melo Bandeira, 70, foi preso na tarde de segunda-feira (28), no bairro Educandos, zona sul de Manaus, por tentar vender um terreno de outra pessoa, avaliado em cerca de R$ 7 milhões. O idoso foi preso após investigações da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).

De acordo com o responsável pela Derfd, delegado Aldeney Goes, as investigações em torno do caso tiveram início depois que o verdadeiro proprietário do terreno, um homem de 50 anos, procurou a Especializada para denunciar o infrator. Segundo as investigações, o idoso estava negociando a propriedade localizada no bairro Aleixo, zona centro-sul da capital, pelo valor de R$ 300 mil.

“As diligências realizadas para apurar o caso indicam que o esquema ocorreu no último mês de agosto, quando Celso utilizava documentos sem validade para tentar burlar cartórios e órgãos públicos, com o intuito de tentar vender a referida propriedade, que nunca havia lhe pertencido”, explicou o Goes.

O titular da Especializada destacou que a ordem judicial em nome do idoso foi expedida no dia 24 de setembro deste ano, pela juíza Eline Paixão do Amaral Pinto, da Central de Inquéritos. O caso segue em investigação, a fim de identificar e prender os demais comparsas de Celso no esquema criminoso.

Procedimentos

O idoso foi indiciado por estelionato. Após os trâmites na DERFD, ele seguirá para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

Anúncio