Idoso é um dos presos em operação policial em Manaus suspeito de estuprar crianças; veja vídeo

O idoso de 61 anos foi preso no bairro São José Operário, sendo o principal suspeito do estupro de vulnerável de duas meninas, uma de dez e outra de 11 anos

Manaus – Dois homens, de identidades não reveladas, foram presos em Manaus após a Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca) cumprir mandatos de prisão por estupro de vulnerável ocorrido em Manaus em 2011 e em 2003.

Idoso é um dos presos em operação policia em Manaus suspeito de estuprar duas crianças. (Foto: Divulgação)

De acordo com a polícia, os homens tem idade de 61 e 51 anos, enquanto as vítimas tinham dez, onze e seis anos. A operação Acalento foi realizada em todos os Estados do País, com as prisões ocorrendo pelo crime de estupro.

O idoso de 61 anos foi preso no bairro São José Operário, sendo o principal suspeito do estupro de vulnerável de duas meninas, uma de dez e outra de 11 anos, realizados em 2011. Ele deverá cumprir 14 anos de reclusão. Na época da condenação, as meninas eram enteadas do idoso e os estupros eram recorrentes, de acordo com as investigações. O Caso foi levado a Depca após ele ser flagrado abusando de uma das meninas.

Já o homem de 51 anos é suspeito do estupro de um garoto de seis anos, que teria ocorrido em 2003 na Cidade Nova. Ele foi preso no conjunto Riacho Doce, também na cidade nova. A mãe da criança tinha um relacionamento com o suspeito, que se aproveitou de um momento a sós com a criança.

Atualmente, ele já responde a processos por tráfico de drogas, ameaça, lesão corporal, estupro e estupro de vulnerável. Ele foi condenado a 22 anos de reclusão. A dupla foi levada à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficarão à disposição da Justiça.

A operação “Acalento” é coordenada Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH. A operação tem o objetivo de combater crimes de violência contra crianças e adolescentes nos 26 estados e no Distrito Federal.

 

Anúncio