Indígena é preso por feminicídio da própria mulher no interior do AM

Mulher morreu em decorrência de agressões físicas

Manaus – Um indígena da etnia Ticuna, de 29 anos, foi preso no último domingo(21) pelo crime de feminicídio que teve como vítima a mulher dele. A vítima tinha 28 anos e pertencia a mesma etnia. O crime ocorreu na Comunidade Umariaçu, no município de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus).

Fachada DIP de Tabatinga (Foto: Divulgação/ PC-AM)

De acordo com servidores da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Tabatinga, na ocasião do crime, ambos haviam iniciado uma discussão que resultou na morte da vítima. O agressor desferiu vários socos no rosto e corpo dela e, em decorrência das agressões, ela caiu, bateu a cabeça e ficou desacordada e faleceu momentos depois. Além deles, outras três pessoas estavam no local e presenciaram o crime.

“A vítima ainda tentou se esconder em um dos cômodos da casa onde moram, mas foi alcançada pelo indivíduo. Após o crime, o homem trancou as portas e janelas da casa para as testemunhas não saírem, porém, uma delas conseguiu sair do local e pediu ajuda de vizinhos, que imediatamente acionaram as equipes policiais que efetuaram a prisão dele”, informaram os policiais civis.

O indivíduo foi autuado em flagrante por feminicídio. Ao término dos trâmites cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado para a Unidade Prisional do município, onde ficará à disposição da Justiça.

Anúncio