Integrantes da FDN são presos suspeitos de liderarem tráfico em áreas de Manaus

Marcos Mota dos Santos e Lilian de Oliveira Morais foram presos, nesta semana, após desdobramento da operação ‘Cidade das Trevas’

Manaus – Marcos Mota dos Santos, conhecido como ‘Sombra’, 32, e Lilian de Oliveira Morais, 34, foram presos por policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), suspeitos de integrarem uma facção criminosa e liderarem áreas de tráfico de drogas na cidade.

‘Sombra’ é suspeito de comandar o tráfico de drogas na comunidade do Bariri, bairro Presidente Vargas, zona sul da capital. Ele seria o responsável por guardar a droga e arrecadar o dinheiro do tráfico naquele local. Já Lilian teria ficado com o comando do tráfico de drogas na área da invasão Cidade das Luzes, bairro Tarumã, zona oeste da capital a mando do marido, identificado como Agnaldo Pereira Gonçalves, que está preso pelo mesmo crime. Ambos fazem parte da facção criminosa Família do Norte (FDN), segundo a polícia.

Marcos Mota dos Santos e Lilian de Oliveira Morais foram apresentados, nesta quinta-feira (13) (Foto: Raquel Miranda)

De acordo com o delegado do DRCO, Sinval Barroso, Lilian estava entre os investigados da operação ‘Cidades das Trevas’, que visa combater o tráfico de drogas e as milícias nas invasões da cidade. “Ela ficava sendo uma emissária do líder da invasão, marido dela, que foi preso na primeira fase da operação também por tráfico de drogas”, explicou o delegado.

Já ‘Sombra’ foi preso durante os desdobramentos da operação e negociava drogas com os traficantes da invasão Cidade das Luzes, além de ser responsável pelo tráfico de entorpecentes na região do Bariri. “Ele comandava todas as bocas de fumo daquela área e, durante as investigações, também constatamos que ele dava ordens para homicídios no Bariri”, disse Barroso.

Os dois suspeitos tiveram seus mandados de prisão decretados nos dias 7 e 16 de maio deste ano, respectivamente, cumpridos na tarde desta segunda (10) e quarta-feira (12).

Marcos foi indiciado por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, e será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). Lilian foi indiciada por tráfico de drogas e associação criminosa, e será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPM).