Irmãos de bebê que foi ‘trocado’ pela mãe podem ir para adoção

Conselho Tutelar estuda o acolhimento institucional das crianças com a destituição do poder familiar. Mãe confessou que trocou o bebê de 5 meses por cachaça

Manaus – O Conselho Tutelar está estudando entrar com um pedido para destituir o poder familiar dos avós dos irmãos de Ana Beatriz, uma menina de cinco meses, que estava desaparecida desde o dia 22 de setembro, cuja a mãe confessou tê-la trocado em uma feira por uma dose de cachaça. Os outros dois irmãos da criança, de três e cinco anos, segundo o conselheiro tutelar Ítalo Mendes, estão sob a guarda do avô, mas temem que outro episódio de abandono e maus-tratos ocorram através da mãe das crianças.

Bebê de cinco meses foi trocada (Foto: Raquel Miranda)

O conselheiro informou que até mesmo o registro de nascimento de Ana Beatriz precisou viabilizar. “Eu que requisitei uma Declaração de Nascido Vivo, eu providenciei para tirar a certidão. Como o avô já está numa idade avançada e a avó é acamada, estamos estudando o acolhimento institucional com a destituição do poder familiar”, explicou o conselheiro.

Caso o pedido seja acatado, segundo o conselheiro, os três irmãos podem ficar disponíveis para a adoção.

Caso

Após ter o desaparecimento registrado no dia 22 de setembro, o bebê foi encontrado pela equipe da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), na manhã desta quarta-feira (27), no bairro Nova Vitória, zona leste da cidade.

Na delegacia, a mãe da criança confessou que o bebê foi trocado com uma moradora de rua por uma dose de cachaça. A mulher afirmou, ainda, que não estava arrependida da troca. Na manhã desta quarta-feira, a auxiliar de serviços gerais Rosilene da Costa Assunção, 32, entregou o bebê à polícia espontaneamente. Ela afirmou que decidiu cuidar da criança quando soube que a mãe iria dar a menina a outra pessoa.

Segundo a delegada Juliana Tumma, a mãe da criança é alcoólatra e morava nas ruas. A mulher foi apresentada no prédio da Depca e será indiciada conforme o artigo 238 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Veja o momento em que a criança é encontrada

Veja o momento em que a equipe da Delegacia Especializada em Proteção da Criança e do Adolescente (Depca) encontra a bebê, que segundo a mãe, foi 'trocada' por uma dose de cachaça.Leia mais no D24am: https://goo.gl/9nbYYw

Posted by D24am on Wednesday, September 27, 2017

Anúncio