Jovem é preso em flagrante após denúncia de tráfico de drogas no Conjunto Shangrilá, em Manaus

Ele foi preso durante a operação ‘Exôdos’ no Conjunto Shangrilá, bairro Parque 10, zona centro-sul. No decorrer da operação, um membro de uma facção criminosa acabou morrendo após reagir e atirar contra a polícia

Manaus – Davyd Washynton Cortezão de Area Leão, 19, foi preso em flagrante, suspeito de tráfico de drogas, na tarde desta terça-feira (14), na Rua Nikita Khruschey, Conjunto Parque Shangrilá, bairro Parque 10, zona centro-sul da capital, durante a operação ‘Exôdos’. No decorrer da operação, um homem acabou morrendo após reagir e atirar contra a polícia.

No decorrer da operação, um homem acabou morrendo após reagir e atirar contra a polícia (Foto: Eraldo Lopes)

No momento da abordagem, David tentou fugir, mas foi preso pelos policiais. Com ele, foram encontrados 10 pinos de cocaína, 19 porções de drogas e R$ 30. Conforme a delegada titular 23° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Deborah Souza, as equipes chegaram até o suspeito por meio de denúncias anônimas, informando que no local era realizado o comércio de entorpecentes.

“Ele já tinha passagem pela polícia. Davyd faz parte do Comando Vermelho e o gerenciamento dessa área do Shangrilá 7. Inclusive, ele sabia de toda essa situação que estava acontecendo na ‘Lagoinha’. Ele tinha conhecimento do armamento que estava lá e de toda a comercialização que ocorria na localidade”, disse a delegada.

Em depoimento na delegacia, o suspeito informou que, em um lugar do Conjunto Shangrilá, homens de uma facção criminosa estariam armados intimidando moradores. Chegando no local, os policiais foram recebidos a tiros por Gean Santos da Silva, 18, conhecido como ‘G12’.

“Ao chegar no local, a equipe se deparou com esse cidadão, que estava armado e disparou contra a equipe. A equipe, reagindo a situação, efetuou um disparo que levou a óbito o cidadão”, explicou a delegada. ‘G12’ morreu no local. Ele estava em posse de 16 pinos de cocaína, oito porções de substâncias entorpecentes e um revólver calibre 38, com seis munições. “O ‘G12’ também era gerente do Comando Vermelho na área”, afirmou a delegada.

Segundo a delegada titular do 23° DIP, as ações da operação ‘Exôdos’ iniciaram na última sexta-feira (10), com o objetivo de conter a atuação de facções criminosas no bairro, diminuindo a criminalidade, homicídios, roubos e furtos. Ela ressaltou, ainda, que os moradores da área devem procurar a delegacia caso queiram denunciar algum crime.

“Esses criminosos, que estavam no local, são de altíssima periculosidade. Inclusive, faziam bastante ameaças a moradores e até a policias, como podemos perceber na reação deles durante a nossa abordagem”, acrescentou a delegada.

Davyd foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos legais, ele será levado para Audiência de Custódia, no Fórum Henoch Reis.

Anúncio