Mandante de homicídios, ‘Imperador’ é preso durante operação Nero

Outras quatro pessoas também foram presas suspeitas de integrarem uma organização criminosa envolvida em homicídios e tráfico de drogas, em Manaus

Manaus – Cinco pessoas foram presas, na manhã desta quinta-feira (9), durante a operação Nero, suspeitas de integrarem uma organização criminosa envolvida em homicídios e tráfico de drogas, nos bairros Jorge Teixeira, zona leste, e Cidade de Deus, zona norte, e também no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).

A operação tinha como principal alvo Fernando Félix da Silva, apontado pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) como o líder do bando e de uma invasão conhecida como ‘Coliseu’, no Jorge Teixeira, em cumprimento a mandado de prisão pela participação em três homicídios ocorridos na capital, em setembro do ano passado. O suspeito teria mandado matar Sebastião Silva de Souza e Deliel Souza Figueiredo, por conta de disputa pelo tráfico de drogas na área.

“Ele ordenava mortes e atuava, verdadeiramente, como o imperador naquela zona. Por isso nós colocamos o nome de operação ‘Nero’. Ele está preso por dois mandados de prisão preventiva, e está sendo flagranteado, também, por posse ilegal de arma de fogo”, disse o delegado adjunto da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Charles Araújo.

Outro mandado de prisão cumprido na operação foi realizado no Compaj, em nome de Lucas Rodrigues Belém, conhecido como ‘Cachacinha’, suspeito de ter cometido um duplo homicídio a mando de Fernando, conforme a PC-AM. Lucas chegou a filmar o crime e as imagens foram divulgadas em redes sociais. As imagens foram encontradas no celular de Fernando.

“Nós temos um vídeo muito chocante que ocorreu em setembro do ano passado, em que eles assassinaram duas pessoas de forma cruel. Eles filmaram essa execução e a partir daí nós começamos a investigar. Há outro homicídio também ligado a esse grupo criminoso”, afirmou o adjunto da DEHS.

O outro homicídio encomendado por Fernando foi o de Railson Ferreira da Silva, ocorrido no dia 1° de setembro de 2018. Segundo a PC, ele foi morto a pauladas, após se negar a informar onde estava escondida uma arma de fogo que pertencia a um traficante da área.

Fernando já tinha quatro passagens pela polícia pelos crimes de roubo e tráfico de drogas.

Outras prisões e apreensões

Durante os mandados de busca e apreensão foram presos, em flagrante, Jefferson Ferreira Silva, 32, e Paula Rogéria Nascimento de Lima, 33, na Rua Abacaba, bairro Jorge Teixeira, com uma porção de maconha escondida em um brinquedo, além de R$ 1,3 mil. Marcelo Souza de Souza, 24, também foi preso em flagrante na invasão, com porções de entorpecentes. No total, a polícia apreendeu cerca de dois quilos de drogas.

Além disso, a polícia conseguiu apreender duas espingardas calibre 12, dois coletes balísticos, dois simulacros de arma de fogo, 15 munições, quatro rádios ‘HTS’, uma prensa mecânica, relógios e outros objetos que a polícia suspeita serem fruto de troca de usuários de drogas.

De acordo com o adjunto da DEHS, as investigações devem continuar, pois as investigações apontam que dois suspeitos, alvos da operação, ainda não foram localizados.

Os cincos suspeitos presos nesta quinta-feira serão indiciados pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas e organização criminosa.

Anúncio