Motorista de aplicativo é autuado por tentativa de estupro

Eltimar Antônio Pinto Ferreira é acusado de tentar abusar sexualmente de uma passageira de 21 anos

O motorista de aplicativo Eltimar Antônio Pinto Ferreira, 29, foi preso na tarde desta terça-feira (7), na casa onde morava, no bairro Alvorada, zona centro-oeste, suspeito de tentar abusar sexualmente e roubar uma passageira, uma jovem de 21 anos. O crime aconteceu na noite desta segunda-feira (6), no bairro Colônia Terra Nova, zona norte da cidade.

O delegado titular do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Ricardo Cunha, disse que a passageira havia solicitado uma viagem no bairro Colônia Terra Nova, com destino ao Manoa.

“Chegando próximo a sua residência, o motorista se utilizou de práticas abusivas, tentou empreender uma violência, no intuito de ter relações sexuais. Ele foi para o banco de trás, praticou atos de agressividade contra a vitima, que entrou em luta corporal contra esse motorista, ocasião em que ela conseguiu se desvencilhar, porém, saiu um pouco lesionada”, disse.

Em depoimento, a vítima relatou à polícia que, inicialmente, o motorista estava muito tranquilo, e que ela não havia notado, em nenhum momento, qualquer atitude suspeita.

“Ela percebeu a intenção dele quando estava no final do trajeto. Ela relata que o motorista parou o carro bruscamente, se dirigiu ao banco de trás e falou, ‘Você sabe que perdeu’. Foi quando percebeu que ele estava mal intencionado”, contou o delegado.

Após travar luta corporal com o motorista, a jovem conseguiu gritar por socorro. O homem fugiu e levou o celular e a bolsa da vítima. O delegado pontuou que este é um fato isolado e que a empresa de aplicativo de mobilidade não tem nada a ver com o ato praticado por este suspeito.

“Não podemos generalizar, isso é um fato isolado. A empresa está nos ajudando, fornecendo informações. Tudo começou com a placa desse veículo, que foi identificada por filmagens e, posteriormente, confirmada pela vítima”, afirmou.

Cunha disse, ainda, que o veículo utilizado durante o crime era alugado e compartilhado entre outros motoristas, que não estão ligados a prática criminosa.

“Esse veículo é utilizado por vários motoristas de aplicativo, não se trata de um único motorista. Então, foi um pouco dificultoso para chegar nesse infrator específico. Identificamos todos os motoristas que utilizam esse veículo, submetemos ao reconhecimento da vítima e a mesma identificou quem praticou o crime”, pontuou.

Eltimar foi autuado em flagrante por estupro tentado e roubo consumado. Ele será encaminhado para audiência de custódia, no Fórum Henoch Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus.