Mulher é executada com quatro tiros, em boca de fumo do Petrópolis

Segundo a família, ela era usuária de drogas há 20 anos e costumava praticar furtos. Ela foi vítima de uma tentativa de homicídio em fevereiro deste ano

Manaus – Flávia Cristina Macedo Lima, 36, foi morta com quatro tiros, na madrugada desta sexta-feira (21), em uma boca de fumo no beco Rio Branco, no bairro de Petrópolis, zona sul da capital. Ela foi atingida com um tiro na boca e três no abdômen, segundo informações repassadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Segundo a PC, vítima era moradora de rua (Foto: Reprodução/Raquel Miranda)

Parentes de Flávia, que era moradora de rua, conforme a DEHS, fizeram o reconhecimento do corpo na manhã desta sexta-feira (21), no Instituto Médico Legal (IML). A mulher já havia sofrido uma tentativa de homicídio, em fevereiro deste ano, quando foi atingida por 11 facadas, conforme a irmã dela, Fabíola Cristian Macedo Lima, 30.

De acordo com a irmã, a vítima era usuária de drogas há 20 anos. Flávia, que também realizava programas sexuais, segundo a irmã, praticava furtos contra os clientes da prostituição e ainda vendia drogas. “Nós já esperávamos isso. A vida que ela levava e não queria mudar não ia levar a outro destino”, lamentou a familiar.

A DEHS informou que trabalha com linhas de investigação à respeito de vingança e dívida de drogas. Segundo a Delegacia, Flávia tinha fama de ter um ‘temperamento rude’ e costumava puxar briga no bairro.

A mulher deixou sete filhos, o mais novo com dois anos. “Ela foi presa uma vez por ter batido no filho mais novo dela. Nessa época, ela estava usando drogas demais. Mas nunca foi presa por outro crime”, afirmou a irmã.

O velório de Flávia será realizado em uma igreja evangélica do bairro de Petrópolis. A DEHS investiga o caso.