Mulher suspeita de assassinar ex-companheiro se entrega à polícia; familiares pedem justiça

A suspeita disse em depoimento que não teve intenção de matá-lo. A família da vítima diz que a mulher não aceitava o fim do relacionamento

Manaus – Cristina D’Ávila Teixeira Rodrigues, 23, foi presa na tarde desta segunda-feira (8), suspeita de ter assassinado o ex-companheiro, Paulo Roberto Moraes Teixeira Júnior, 29. O crime aconteceu na última sexta-feira (5), mas a vítima morreu no último domingo (7).

A suspeita se entregou na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), na tarde desta segunda-feira. Um mandado de prisão já havia sido solicitado e foi expedido enquanto a mulher estava na sede policial.

Familiares de Paulo Roberto pedem justiça (Foto: Divulgação)

Cristina contou, em depoimento, que ela e Paulo estavam em uma luta corporal, quando ela apertou o gatilho da arma, mas não tinha a intenção de matá-lo.

A família da vítima contesta a versão e relata que a mulher não aceitava o fim do relacionamento. O casal estava junto há cerca de um ano e meio.

Leia mais: Homem morre após ser baleado na cabeça pela ex-companheira

“Isso tudo é porque meu irmão não queria mais ela, ela continuou insistindo e quando foi sexta-feira agora ela pegou e ligou pra ele, foi lá na casa dele porque ela tinha acesso de tudo, ela fez premeditado, ela desligou as câmeras pra justamente não ser pega”, explicou a irmã da vítima, Roberta Gadelha.

A família conta que Cristina não amava Paulo e planejou o crime. O tio da vítima, Marcelo Moraes relata que trabalhava na empresa do sobrinho e saiu para evitar conflitos.

“Jamais ele tocou nessa mulher, eu conheço, trabalhei na empresa e sai por causa dela, pra evitar que tenha má impressão com meu sobrinho”, contou o familiar.

Após tomar conhecimento do cumprimento de pedido de prisão a família que estava em frente a DEHS com cartazes afirmou que a justiça será feita.

Sobre o crime

Paulo foi atingido com um tiro na região da nuca por uma pistola, calibre 380. O crime aconteceu na Rua Crediuva, bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus.

blank

(Foto: Reprodução)

A vítima ainda foi socorrida pelo irmão e passou por atendimento em duas unidades hospitalares da capital, mas não resistiu ao ferimento e morreu no domingo (7).

A arma usada no crime e sete munições foram apreendidas e apresentadas no 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Anúncio