Operação ‘Cruzada’ fecha cinco desmanches de veículos

A ação foi realizada entre terça (8) e a manhã desta quarta-feira (9) nos bairros Mutirão e Cidade Nova

Manaus – Quatro pessoas foram presas e cinco desmanches clandestinos de veículos foram fechados durante mais uma fase da operação ‘Cruzada’, realizada nos bairros Mutirão e Cidade Nova, na zona norte de Manaus. Na ocasião, 19 centrais eletrônicas veiculares foram apreendidas e uma motocicleta adulterada foi recuperada.

Ao longo de terça e quarta, 25 oficinas foram fiscalizadas na zona norte (Foto: Divulgação/PC-AM)

A ação ocorreu na terça-feira (8) e na manhã desta quarta-feira (9). Três pessoas foram presas por receptação e Robson da Silva Almeida, 32, foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva. Ele é suspeito de integrar uma quadrilha que atua em roubos de carros.

Conforme o titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), delegado Cícero Tulio, Robson foi preso com seis chaves de veículos. “As pessoas que, eventualmente, reconheçam o Robson como autor de outros roubos de veículos, peço que compareçam na Especializada para repassar as informações”.

Ao longo desses dois dias, 25 oficinas foram fiscalizadas na zona norte. Em cinco deles, a polícia identificou veículos sendo desmanchados, além de veículos roubados. Os proprietários das oficinas que passaram pela fiscalização foram notificados a comparecer na DERFV para prestar esclarecimentos.

A operação ‘Cruzada’ foi coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), em conjunto com a DERFV e Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), da Polícia Civil do Amazonas, além do Núcleo de Operações Especiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Na madrugada do último domingo (6), em outra fase da operação ‘Cruzada’, foi desarticulado um bando envolvido em rachas. Os agentes se infiltraram em grupos de participantes de competições de manobras ilegais para combater a prática de rachas em Manaus. Durante a ação, 27 pessoas foram presas por embriaguez ao volante, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, receptação e direção perigosa.

A ação ocorreu em conjunto com Polícia Rodoviária Federal (PRF), Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot) do Detran-AM, Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) da Polícia Militar e Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), da SSP-AM.