Operação ‘Fruto Proibido’ resulta na apreensão de 3,2 mil produtos falsificados

Ação foi deflagrada nesta quinta-feira (13), no Centro de Manaus

Manaus – A operação ‘Fruto Proibido’, deflagrada nesta quinta-feira (13), pela Polícia Civil, em diversas lojas do Centro da cidade, resultou na apreensão de 3,2 mil produtos falsificados da marca Apple e Motorola. O objetivo da ação policial é retirar de circulação vários produtos vendidos ilegalmente.

De acordo com o delegado Eduardo Paixão, titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Consumidor (Decon), as investigações tiveram início em novembro do ano passado, após representantes oficiais das duas marcas formalizarem denúncia sobre a venda de produtos falsificados. Todo o material – capa de celulares, carregadores, selo de autenticidade e fones de ouvidos, entre outros itens – foi apreendido em cinco lojas.

Capas de celulares, carregadores e fones de ouvidos estão entre os itens que foram apreendidos (Foto: Divulgação)

Ainda conforme a autoridade policial, todas as lojas foram vistoriadas em uma ação conjunta com o Procon- AM, Sendec e agentes da Receita Federal.

Os proprietários das lojas também foram autuados e irão responder por crimes contra as relações de consumo e contrabando de produtos falsificados. Os responsáveis pelos estabelecimentos comerciais têm dez dias para comparecer a unidade policial e prestar esclarecimentos.

Anúncio