PC-AM adere à Delegacia Virtual do Ministério da Justiça

A Delegacia chega com o intuito de facilitar o acesso do cidadão ao serviço de registro de ocorrências policiais

Manaus – A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), anunciou que a partir desta segunda-feira (12) aderiu à Delegacia Virtual (Devir), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), que irá substituir a Delegacia Interativa (DI).
De acordo com o Delegado Caio César Nunes, titular da Devir, a Delegacia chega com o intuito de facilitar o acesso do cidadão ao serviço de registro de ocorrências policiais.

“”A pessoa vai registrar a ocorrência e vamos encaminhar para que a Delegacia responsável inicie a investigação. A pessoa vai fazer o registro, esse boletim de ocorrência vai ser validado, será encaminhado um e-mail para esta pessoa e ela vai ter acesso ao boletim. A Delegacia responsável vai chamar esta pessoa vai ser chamada para ser ouvida no procedimento policial”, explicou o delegado.

De acordo com o Delegado Caio César Nunes, titular da Devir, a Delegacia chega com o intuito de facilitar o acesso do cidadão ao serviço de registro de ocorrências policiais (Foto: Divulgação GDC / Izaías Godinho)

O novo sistema possui integração com o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisional e sobre Drogas (Sinesp), dando ênfase ao Sinesp PPE. O Amazonas é o sétimo estado a aderir à Devir. Segundo Bruno Hitotuzi, Diretor do Departamento de Tecnologia da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), o sistema implementado na nova Delegacia vai facilitar o acesso às informações em outros estados porque funciona de forma integrada e, com isso, contribuir com as investigações.

“É um sistema com uma linguagem bem mais leve, onde o usuário vai poder acessar em qualquer lugar. E isso vai facilitar a expansão do nosso sistema, porque ele se comunica com o sistema de dados do governo federal. Com base nas informações de uma pessoa que vai fazer um boletim de ocorrência em Humaitá, conseguimos acessar os dados de pessoas que residem em Porto Velho e de municípios que fazem fronteiras em outro estado”

A Policia Civil afirma que a Devir permitirá que qualquer cidadão maior de idade efetue registros de ocorrências que necessitem de atendimento policial, utilizando dispositivos com acesso à internet, como smartphones, tablets, computadores, dentre outros. Além do Amazonas, a Devir está operando nos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Rio Grande do Norte, Roraima e Tocantins.

Para facilitar o registro do Boletim de Ocorrência (BO), o comunicante deverá ter em mãos os seus dados pessoais, endereço pessoal e das demais pessoas envolvidas, além de cadastro ativo no login Único do Governo Federal, o GOV.BR, uma forma de autenticação do cidadão que acessa os serviços do governo. Para efetuar o registro, o cidadão deverá acessar o endereço eletrônico, selecionar a bandeira do Amazonas e seguir as etapas.

No Amazonas, incluindo os municípios do interior, a Devir poderá ser utilizada para comunicar 12 tipificações de ocorrências, como: perda ou extravio de documentos e objetos, furto, roubo, acidente de trânsito sem vítima, acidente de trânsito com vítima lesionada, ameaça, maus tratos contra os animais, violência doméstica contra a mulher, ofensas (calúnia, injúria ou difamação), crimes contra o idoso, crime cibernético e crime contra a pessoa com deficiência. Os crimes não citados anteriormente deverão ser registrados na unidade policial mais próxima de onde o delito ocorreu.

Algumas restrições da Devir se dão por questões de segurança da população, são elas: quando a vítima tenha sofrido lesão corporal, o comunicante ou suspeito que praticou o crime seja menor de idade, quando houver subtração de veículo automotor, ocorrência envolvendo arma de fogo, munições, explosivos, medicamentos ou produtos químicos; e quando durante a prática do crime tenha sido realizado arrombamento contra objeto.

Devir

A Delegacia Virtual está vinculada ao Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisional e sobre Drogas (Sinesp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). Os boletins ficam disponibilizados em um sistema nacional integrado, garantindo maior eficiência, segurança, agilidade e comodidade para a comunicação de ocorrências.

Veja vídeo:

Anúncio