PC-AM recupera sete carros roubados e prende suspeitos de esquema criminoso

Carros seriam levados para outros estados do País. Trio preso é suspeito de integrar uma organização criminosa especializada em adulterar, clonar e transportar veículos

Manaus – Representantes da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) falaram na manhã deste sábado (30), durante coletiva de imprensa no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sobre o balanço de ação deflagrada na última sexta-feira (29), que resultou nas prisões de três pessoas e recuperação de sete veículos com restrição de roubo ou furto, que seriam levados para outros estados do País.

Durante a coletiva foram apresentados o venezuelano Alberto Jose Ibarra, 25; Aquiles Alves Lira, 36, e Darlisson da Silva Gonçalves, 35, conhecido como “Dadá”. Segundo o titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), Cícero Túlio, eles são suspeitos de integrar uma organização criminosa especializada em adulterar, clonar e transportar veículos para outros estados. O delegado-geral da PC-AM, Lázaro Ramos, comentou sobre a investigação que resultou na prisão do trio. “Essa é uma operação que a Polícia Civil vem realizando há três meses, por meio da Derfv, com o objetivo de dar uma resposta à população amazonense”, declarou.

Trio é suspeito de integrar uma organização criminosa especializada em adulterar, clonar e transportar veículos para outros estados (Foto: Erlon Rodrigues/Ascom PC-AM)

Conforme o titular da Derfv, a ação ocorreu em desdobramento à operação Estelião, deflagrada no mês de fevereiro deste ano, quando 15 pessoas foram presas por estelionato, falsidade ideológica, organização criminosa e falsificação de documento público. Durante investigações, a equipe da especializada constatou que o grupo falsificava e enviava veículos para outros estados, onde eram vendidos por valores inferiores aos praticados no mercado.

De acordo com Cícero Túlio, além de policiais civis da Derfv, a ação contou com o apoio de servidores do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). Ao longo das diligências realizadas na noite de sexta-feira (29), as equipes chegaram até Darlisson, o ‘Dadá’, suspeito de ser o responsável por encomendar e pagar pelos veículos roubados e clonados em Manaus.

“Após identificarmos a participação de ‘Dadá’ na organização criminosa, monitoramos o suspeito e chegamos até uma oficina utilizada pelo bando para adulterar os veículos. No local, situado na Rua Tarumã da Comunidade Riacho Doce, bairro Cidade Nova, zona norte da capital, além de encontrarmos ‘Dadá’, por volta das 18h, achamos Alberto e Aquiles, além de recuperamos sete veículos roubados ou furtados na capital. É importante ressaltar que Darlisson e Aquiles já tinham passagens anteriores pela polícia e o venezuelano é investigado por tráfico de drogas”, enfatizou Túlio.

O titular da Derfv destacou ainda que Darlisson foi preso em posse de carros adulterados e clonados no dia 17 de janeiro deste ano, na cidade de Santarém, no estado do Pará. Na ocasião, o infrator e comparsas estariam planejando um roubo a um banco naquele estado. Cícero Túlio disse que Aquiles responde a três processos criminais por roubo e há três meses vinha cumprindo pena em regime semiaberto.

Ao longo da ação, os policiais civis apreenderam, na oficina, materiais utilizados na remarcação dos veículos, como kit para numeração de vidros, pinos de remarcação e lixadeiras. Os três suspeitos foram autuados em flagrante por receptação, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa. Após os procedimentos cabíveis na delegacia especializada, o trio será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul.

blank

Sete veículos com restrição de roubo ou furto seriam levados para outros estados do País (Foto: Erlon Rodrigues/Ascom PC-AM)

Disque-Denúncia

Quem puder colaborar com informações sobre as investigações em curso na delegacia especializada, pode entrar em contato com a equipe da Derfv pelo número (92) 99110-1763, o disque-denúncia da unidade policial. “Delações também podem ser feitas ao número 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, concluiu o delegado Cícero Túlio.

Anúncio